Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Investimentos em transmissão de energia devem superar R$ 8,5 bilhões até 2015



Alana Gandra
Agência Brasil


Rio de Janeiro - Os investimentos em transmissão de energia elétrica no Brasil deverão superar R$ 8,5 bilhões até 2015, de acordo com a nova versão, atualizada, do Programa de Expansão de Transmissão (PET) 2011/2015, divulgada hoje (24) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

O valor não considera projetos ainda em fase de estudos, como os sistemas de transmissão das usinas hidrelétricas de Belo Monte e de Teles Pires, informou o presidente da EPE, Maurício Tolmasquim, em entrevista à Agência Brasil. “Não só Teles Pires e Belo Monte, mas tem outras usinas. Então, o investimento em transmissão será bem superior a R$ 8,5 bilhões”.

Os empreendimentos listados no programa já poderão ser licitados a partir deste ano. “Uma parte este ano, outra pode ser no ano que vem”, disse Tolmasquim.

De acordo com o PET, a maior parte dos investimentos estará concentrada no Subsistema Norte, totalizando R$ 2,9 bilhões. Para o Subsistema Nordeste, estão previstos R$ 2,4 bilhões, o Sul teré R$ 2 bilhões e o Sudeste/Centro-Oeste, R$ 1,3 bilhão. No Subsistema Norte, Tolmasquim destacou que serão reforçados o atendimento do Pará e a interligação de Boa Vista (RR) a Manaus (AM). O objetivo é melhorar a confiabilidade do sistema na região.

No Nordeste, ele disse que será contemplado o escoamento da energia eólica "contratada em grande quantidade naquela região”.

Na avaliação do presidente da EPE, os investimentos programados contribuirão para reduzir o atraso brasileiro no setor de transmissão de energia elétrica. “Eu considero que [os investimentos] vão tornar mais robusto o sistema. Com relação à implantação [de linhas de transmissão], a expectativa é que seja mais ágil do que vinha sendo, porque está tendo todo um aprimoramento dos procedimentos de licenciamento ambiental”. A expectativa de Tolmasquim é que essas novas linhas sejam aprovadas com mais rapidez, “que os atrasos acabem e as linhas entrem todas [no sistema elétrico] a tempo”. Todas devem entrar em operação entre 2014 e 2015.

 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A