Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Grupo Meio Ambiente conhece Programa de Monitoramento Sismológico da Usina Jirau



O geofísico responsável pela implantação dos equipamentos explica o programa e as perspectivas da coleta de dadosGrupo Meio Ambiente conhece Programa de Monitoramento Sismológico da Usina Jirau - Gente de Opinião
 


O Programa de Monitoramento Sismológico foi o principal tema da reunião do Grupo de Trabalho de Meio Ambiente (GT de Meio Ambiente), realizada na primeira semana de junho, no auditório da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau. O geofísico Dr. Jesus Berrocal, esteve em Porto Velho para fazer a apresentação aos integrantes do GT.
 

Participaram do encontro representantes da Universidade Federal de Rondônia, Ministério da Pesca e Aquicultura, Superintendência do Departamento Nacional de Produção Mineral, do PARNA Mapinguari do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), secretarias de Meio Ambiente do Estado e Município.
 

Durante a reunião, o geofísico conta que os equipamentos de sismologia (sismógrafo e sensor) fabricados nos Estados Unidos, foram adquiridos pela ESBR. “A Energia Sustentável garante a execução do Programa de Monitoramento Sismológico, que começou em novembro do ano passado quando a empresa contratada, Berrocal& Associados, fez um levantamento de ruído sísmico para avaliar se o local selecionado para a construção do abrigo da estação sismográfica é apropriado”, explica.
 

Desde o período da instalação da estação sismográfica, a equipe técnica do Programa buscou conhecer e monitorar o comportamento sísmico da região. Segundo o geofísico, a área de abrangência da UHE Jirau faz parte de uma província cujo nível de sismicidade é pouco conhecido. “Os fatores são a baixa densidade populacional para relatar sismos sentidos e um número pequeno de estações na região, que começaram a ser instaladas somente no início da década de 1980”, disse Berrocal, ressaltando a importância do estudo da área feito até o momento.
 

Ao final da apresentação, o geofísico ressaltou que é uma orientação do IBAMA, a inclusão nos projetos hidrelétricos, dos estudos de monitoramento sismográfico antes, durante e pelo menos três anos após o enchimento do reservatório. Relatou ainda que as análises dos dados gerados são executadas pela equipe do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB).
 

Sobre o responsável pela instalação da Estação Sismológica

O geofísico Jesus Berrocal é especialista em sísmica profunda, sismicidade natural e induzida, avaliação de risco sísmico e sismotectônica. É mestre e doutor em Sismologia pela Universidade de Edimburgo, na Escócia. Veio ao Brasil como Chefe da Expedição Sismológica da Universidade Escocesa para a instalação do Sistema Sismográfico Sul-americano tipo Arranjo (SAAS), pioneiro no desenvolvimento da sismologia no Brasil, através da UnB, onde atuou como professor até 1972.

Berrocal foi contratado como professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP, onde permaneceu até 2008. Entre seus principais trabalhos, destaca-se o levantamento da atividade sísmica do território brasileiro, que foi publicado no livro ‘Sismicidade do Brasil’. Também atuou em levantamentos de atividade sísmica próxima a reservatórios hidrelétricos para clientes como a Chesf, Copel, CBA e Engevix.

 

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A