Porto Velho (RO) quarta-feira, 24 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Furnas terá usinas modernizadas com apoio do BID



Financiamento vai viabilizar programas de modernização das usinas de Furnas e Luis Carlos Barreto de Carvalho


Hoje (22/12), na representação brasileira do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Brasília, foi assinado o financiamento parcial de até US$ 128 milhões para os projetos de modernização das usinas de Furnas (MG) e Luis Carlos Barreto de Carvalho (SP/MG). Para ser aprovado, o processo de avaliação do BID requereu o cumprimento de requisitos ambientais, financeiros, legais e de engenharia.

Furnas é a primeira estatal federal da área de geração e transmissão de energia a obter esta modalidade de financiamento. “Estou muito feliz, principalmente pelo apoio do presidente José da Costa e porque essa ideia de dar continuidade aos financiamentos é dele. Sua ajuda foi fundamental para a assinatura desse acordo”, afirmou o presidente da empresa Flavio Decat.

Além do presidente de Furnas, estavam presentes no ato, o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, o diretor Financeiro de Furnas, Nilmar Foletto, a procuradora geral da Fazenda, Fabiani Fadel Borin, e Fernando Glasman, encarregado da representação do BID no Brasil.

Segundo Glasman, o investimento é muito importante para o banco por contribuir com a geração de energia limpa e com a infraestrutura do país. O presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, comemorou não somente a ampliação da eficiência e segurança do sistema, mas também com o fato de que este financiamento abre perspectiva para outros, em benefício da infraestrutura brasileira.

 

Investimento em Eólicas

O presidente de Furnas falou ainda sobre o investimento da empresa no segmento das eólicas e o uso da tecnologia alemã na construção dos novos parques eólicos. O consórcio formado por Furnas (49%) e Alupar Investimentos S.A. (51%) garantiu a venda de 204MW de energia eólica no último leilão da Aneel. As empresas construirão em parceria dez parques eólicos no município de Aracati, no Ceará, com investimentos da ordem de R$ 800 milhões.

Furnas já está construindo, em parceria com grupos empresariais, os parques eólicos Miassaba III e Rei dos Ventos I e III, que vão entrar em operação no início de 2012. Em 2014 será a vez dos parques Famosa I, Rosada, Pau Brasil e São Paulo, cujas construções foram asseguradas com a venda de energia no Leilão LER 03/2011 em agosto desse ano.

Concentrados na Região Nordeste, os sete empreendimentos em construção somados aos dez empreendimentos recém adquiridos, elevam para 500MW a potência em projetos de geração de energia eólica da empresa, energia limpa para cerca de 1,2 milhão de pessoas.



Fonte: Fabiana Castro

 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A