Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Furnas terá usinas modernizadas com apoio do BID



Financiamento vai viabilizar programas de modernização das usinas de Furnas e Luis Carlos Barreto de Carvalho


Hoje (22/12), na representação brasileira do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Brasília, foi assinado o financiamento parcial de até US$ 128 milhões para os projetos de modernização das usinas de Furnas (MG) e Luis Carlos Barreto de Carvalho (SP/MG). Para ser aprovado, o processo de avaliação do BID requereu o cumprimento de requisitos ambientais, financeiros, legais e de engenharia.

Furnas é a primeira estatal federal da área de geração e transmissão de energia a obter esta modalidade de financiamento. “Estou muito feliz, principalmente pelo apoio do presidente José da Costa e porque essa ideia de dar continuidade aos financiamentos é dele. Sua ajuda foi fundamental para a assinatura desse acordo”, afirmou o presidente da empresa Flavio Decat.

Além do presidente de Furnas, estavam presentes no ato, o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, o diretor Financeiro de Furnas, Nilmar Foletto, a procuradora geral da Fazenda, Fabiani Fadel Borin, e Fernando Glasman, encarregado da representação do BID no Brasil.

Segundo Glasman, o investimento é muito importante para o banco por contribuir com a geração de energia limpa e com a infraestrutura do país. O presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, comemorou não somente a ampliação da eficiência e segurança do sistema, mas também com o fato de que este financiamento abre perspectiva para outros, em benefício da infraestrutura brasileira.

 

Investimento em Eólicas

O presidente de Furnas falou ainda sobre o investimento da empresa no segmento das eólicas e o uso da tecnologia alemã na construção dos novos parques eólicos. O consórcio formado por Furnas (49%) e Alupar Investimentos S.A. (51%) garantiu a venda de 204MW de energia eólica no último leilão da Aneel. As empresas construirão em parceria dez parques eólicos no município de Aracati, no Ceará, com investimentos da ordem de R$ 800 milhões.

Furnas já está construindo, em parceria com grupos empresariais, os parques eólicos Miassaba III e Rei dos Ventos I e III, que vão entrar em operação no início de 2012. Em 2014 será a vez dos parques Famosa I, Rosada, Pau Brasil e São Paulo, cujas construções foram asseguradas com a venda de energia no Leilão LER 03/2011 em agosto desse ano.

Concentrados na Região Nordeste, os sete empreendimentos em construção somados aos dez empreendimentos recém adquiridos, elevam para 500MW a potência em projetos de geração de energia eólica da empresa, energia limpa para cerca de 1,2 milhão de pessoas.



Fonte: Fabiana Castro

 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A

Inauguração de Centro de Ciência e Tecnologia é mais uma iniciativa da Energia Sustentável do Brasil

Inauguração de Centro de Ciência e Tecnologia é mais uma iniciativa da Energia Sustentável do Brasil

Centro de Ciência e Tecnologia implantado pela Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau, em parceria com o G