Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

EPE define sistema de transmissão para complexo de usinas hidrelétricas de MT



Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) finalizou os estudos para a definição do sistema de transmissão que será associado aos cinco projetos de usinas hidrelétricas que serão implementados em Mato Grosso. Ficou decidida a implantação de um sistema em corrente alternada de 500 quilovolts (kV), que permite a viabilização de futuras conexões com os sistemas locais, próximos às usinas hidrelétricas.

Somados, os cinco empreendimentos somam potência instalada de 3.450 megawatts (MW). As usinas são: Teles Pires (1.820 MW), São Manoel (700 MW), Sinop (400 MW), Colíder (300 MW) e Foz do Apiacás (230 MW).

Segundo a EPE, buscou-se encontrar uma alternativa que garantisse a boa distribuição da energia elétrica produzia pelo complexo, "levando em conta a longa distância dos centros consumidores”.

O conjunto de projetos em Mato Grosso totalizará 1.500 quilômetros de extensão, desde a subestação de Paranaíta até a de Marimbondo. Em todo o sistema de transmissão, serão investidos cerca de R$ 3,8 bilhões, e a estimativa é que o leilão dessas novas linhas e subestações ocorra ainda em 2011.

Os projetos terão que entrar em operação até janeiro de 2015 – data prevista para o início do funcionamento comercial da hidrelétrica de Teles Pires, licitada no final do ano passado.

A integração das cinco usinas com o Sistema Interligado Nacional (SIN) se dará por meio de três linhas de transmissão entre as subestações de Paranaíta e Ribeirãozinho. Serão implantadas três novas subestações neste trecho.

 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A