Porto Velho (RO) quarta-feira, 24 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia sustentável do Brasil busca incentivo com governo


Energia sustentável do Brasil busca incentivo com governo - Gente de Opinião

Com infraestrutura para receber 26 novas indústrias, o Polo Industrial de Nova Mutum Paraná é foco de pesquisas e esforços da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau, na busca pelo incentivo à industrialização e desenvolvimento do Estado. E o resultado de todo esse empenho já pode ser comprovado com a instalação de pelo menos uma grande indústria – a Bardella Indústrias Mecânicas.

Além da suficiência energética do Estado e a parceria da ESBR, com a instalação no Polo Industrial, a Bardella buscou em Rondônia o incentivo fiscal do governo estadual, em reunião nesta terça-feira, 22 de fevereiro.

O encontro que contou com a presença do governador de Rondônia Confúcio Moura, do presidente e do diretor Institucional da concessionária de Jirau, Victor Paranhos e José Lucio de Arruda Gomes, respectivamente; além do presidente e vice-presidente da Bardella, José Roberto Mendes da Silva e Alfredo Camargo Penteado Neto, acompanhados do seu diretor Eduardo Fantin, rendeu garantias da parte do governador em negociar com a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e outros incentivos ao crescimento econômico de Rondônia, através das Zonas de Processamento de Exportação, no Polo Industrial de Nova Mutum Paraná.

A Bardella Indústrias Mecânicas é uma das interessadas em ampliar negócios no Estado, com a construção de uma indústria no Polo, que produzirá produtos para fornecer ao mercado local, como as novas usinas hidrelétricas, previstas para regiões próximas; e vender ao mercado exterior, aproveitando as facilidades de exportação que Rondônia oferece, como o porto de Porto Velho, a estrada Transamazônica e a ponte Binacional entre Brasil e Peru.

Para Victor Paranhos, presidente da Energia Sustentável do Brasil, o crescimento da industrialização de Rondônia pode garantir a empregabilidade no momento pós-usinas e contribuir com a sustentabilidade ambiental, pois oferece outras opções de qualidade de vida e oportunidades aos trabalhadores.

NOVA MUTUM PARANÁ E POLO INDUSTRIAL

Com 1600 casas, dezenas de empreendimentos comerciais, e toda infraestrutura urbana necessária, Nova Mutum Paraná foi construída às margens da BR-364, a aproximadamente 100 km do centro de Porto Velho pela Energia Sustentável do Brasil (ESBR). E em frente à localidade, a ESBR instalou o Polo Industrial, com espaço e oferta de estrutura para que novos empreendedores possam contribuir com o desenvolvimento da região.

 

Fonte: Comunica
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A