Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia sustentável do Brasil busca incentivo com governo


Energia sustentável do Brasil busca incentivo com governo - Gente de Opinião

Com infraestrutura para receber 26 novas indústrias, o Polo Industrial de Nova Mutum Paraná é foco de pesquisas e esforços da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau, na busca pelo incentivo à industrialização e desenvolvimento do Estado. E o resultado de todo esse empenho já pode ser comprovado com a instalação de pelo menos uma grande indústria – a Bardella Indústrias Mecânicas.

Além da suficiência energética do Estado e a parceria da ESBR, com a instalação no Polo Industrial, a Bardella buscou em Rondônia o incentivo fiscal do governo estadual, em reunião nesta terça-feira, 22 de fevereiro.

O encontro que contou com a presença do governador de Rondônia Confúcio Moura, do presidente e do diretor Institucional da concessionária de Jirau, Victor Paranhos e José Lucio de Arruda Gomes, respectivamente; além do presidente e vice-presidente da Bardella, José Roberto Mendes da Silva e Alfredo Camargo Penteado Neto, acompanhados do seu diretor Eduardo Fantin, rendeu garantias da parte do governador em negociar com a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e outros incentivos ao crescimento econômico de Rondônia, através das Zonas de Processamento de Exportação, no Polo Industrial de Nova Mutum Paraná.

A Bardella Indústrias Mecânicas é uma das interessadas em ampliar negócios no Estado, com a construção de uma indústria no Polo, que produzirá produtos para fornecer ao mercado local, como as novas usinas hidrelétricas, previstas para regiões próximas; e vender ao mercado exterior, aproveitando as facilidades de exportação que Rondônia oferece, como o porto de Porto Velho, a estrada Transamazônica e a ponte Binacional entre Brasil e Peru.

Para Victor Paranhos, presidente da Energia Sustentável do Brasil, o crescimento da industrialização de Rondônia pode garantir a empregabilidade no momento pós-usinas e contribuir com a sustentabilidade ambiental, pois oferece outras opções de qualidade de vida e oportunidades aos trabalhadores.

NOVA MUTUM PARANÁ E POLO INDUSTRIAL

Com 1600 casas, dezenas de empreendimentos comerciais, e toda infraestrutura urbana necessária, Nova Mutum Paraná foi construída às margens da BR-364, a aproximadamente 100 km do centro de Porto Velho pela Energia Sustentável do Brasil (ESBR). E em frente à localidade, a ESBR instalou o Polo Industrial, com espaço e oferta de estrutura para que novos empreendedores possam contribuir com o desenvolvimento da região.

 

Fonte: Comunica
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A

Inauguração de Centro de Ciência e Tecnologia é mais uma iniciativa da Energia Sustentável do Brasil

Inauguração de Centro de Ciência e Tecnologia é mais uma iniciativa da Energia Sustentável do Brasil

Centro de Ciência e Tecnologia implantado pela Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica Jirau, em parceria com o G