Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Eletronuclear está apta para agir em caso de emergência nas usinas de Angra Reis


A Eletronuclear encaminhou hoje (8) aos procuradores da República Fernando Amorim Lavieri e Daniela Masset Vaz documentos expedidos pelo ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSIPR), general Jorge Armando Félix, ao comandante da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto; ao comandante do Exército, general Enzo Martins Peri; e ao governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral.

Os três documentos comprovam as condições de implementação do Plano de Emergência Externo (PEE) das usinas nucleares Angra 1 e 2 pela estatal, em caso de eventual necessidade, mesmo sem a participação efetiva da prefeitura de Angra dos Reis, tendo em vista a tragédia ocorrida no município da Costa Verde fluminense na virada do ano.

A correspondência foi enviada pelo presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, em resposta a ofício do Ministério Público Federal, encaminhado ontem (7) à empresa.

A documentação esclarece que o ministro Jorge Armando Félix, como Coordenador Nacional do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro (Sipron), “está ciente da impossibilidade da Defesa Civil de Angra de implementar as providências que lhe são atribuídas no Plano de Emergência Externo das usinas nucleares”.

Por isso, o ministro pediu que a Marinha e o Exército colaborem com a Eletronuclear, disponibilizando equipamentos e pessoal para suprir essa deficiência temporária da prefeitura l. Foi pedido também ao governador Sergio Cabral reforço para a Defesa Civil do município, durante o período em que durar a atual situação de emergência na cidade.

O comunicado encaminhado ao Ministério Público Federal garante que o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSIPR) "permanece em condições de assegurar o planejamento integrado, coordenar a ação conjunta e a execução continuada de providências para atender às necessidades de segurança da população e do meio ambiente, relacionadas com o Programa Nuclear Brasileiro".

O presidente da Eletronuclear informou ainda que, em caso de emergência, a população será encaminhada aos mesmos locais definidos como abrigos, previstos no Plano de Emergência Externo (PEE). 

Alana Gandra/Agência Brasil

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão também analisou outros projetos que seguem para votação em Plenário...

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de Transposição de Peixes da UHE Jirau foi projetado pelos melhores especialistas no assunto

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, mantém uma agenda de visitas institucionais que inclui os pr

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Universitários conheceram algumas estruturas do empreendimento