Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Eletrobras Rondônia - Nota de Esclarecimento


 

A Eletrobras Distribuição Rondônia informa que nos casos de falta de energia elétrica nas Escolas 4 de Janeiro, no bairro de mesmo nome, e São Luiz, no bairro JK, o problema ocorreu pelo fato das instalações internas serem inadequadas. O trabalho da concessionária começa após ser concluída a adequação das instalações.

De acordo com a Coordenação de Grandes Clientes e Órgãos do Poder Público, as instalações internas não estão compatíveis para receber a carga atual, no caso da instalação de aparelhos de ar-condicionado. A responsabilidade cabe às Secretarias de Educação, mesmo assim um engenheiro da Eletrobras Distribuição Rondônia foi até a Escola 4 de Janeiro e fez o diagnóstico do problema. As adequações ainda não foram feitas. No caso da Escola São Luiz um engenheiro será enviado ao local para fazer o diagnóstico.

Fonte: Pollyana Woida/3MAIS com informações da Eletrobras Distribuição Rondônia

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A