Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Eletrobras Furnas vence leilão e construirá nova subestação


 
A Eletrobras Furnas arrematou, por meio do Consórcio Caldas Novas, a Subestação de Corumbá, em Goiás, em leilão da Aneel realizado nesta quinta-feira (9/12), na Bolsa de Valores de São Paulo. O lance vencedor foi de R$ 3.258.192,00, representando um deságio de 20% em relação ao preço máximo previsto.

O Consórcio Caldas Novas é constituído pela Eletrobras Furnas, com 49,9%, Desenvix Energias Renováveis SA, 25%, Construtora Santa Rita Comércio e Instalações, 12,525%, e CEL Engenharia, com 12,535%. A estimativa é de que as obras sejam concluídas em dois anos, após a concessão da licença de instalação.

Na nova subestação serão implantados setores em 345 kV e 138 kV com o objetivo de aumentar a confiabilidade do sistema de fornecimento de energia na região do município de Caldas Novas (GO), de grande potencial turístico e que apresenta forte crescimento da demanda por energia.



Fonte: Eletrobras

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A