Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Assembleia debate tarifa de energia elétrica no Estado


Deputado afirma ser inadmissível uma
conta tão alta em um lugar onde sobra energia

Será realizada nesta quinta-feira (23), às 9h, no plenário das deliberações da Assembleia Legislativa, audiência pública proposta pelo deputado Jesuíno Boabaid (PTdoB) com a finalidade de discutir e analisar a tarifa de energia elétrica em vigor no Estado.

De acordo com o parlamentar, os valores tarifários que estão sendo exigidos pela Eletrobrás são inadmissíveis, em relação aos recursos hídricos existentes em Rondônia, garantindo energia de sobra para fornecimento a outras regiões.

Para Jesuíno, não é cabível que a população do Estado seja lesada em benefício das outras regiões que são abastecidas com a energia elétrica que Rondônia fornece.

“Conforme a Política Nacional de Relações de Consumo é assegurado o atendimento das necessidades dos consumidores, além do respeito à dignidade, saúde, segurança e a proteção dos interesses econômicos e à qualidade de vida da população”, afirmou o deputado.

O parlamentar explicou que a conta de energia elétrica é motivo de preocupação no final do mês para grande parte dos contribuintes, levando grande parte do orçamento.

“Temos duas usinas geradoras de energia às margens de nossa capital, houve uma contribuição do povo de Rondônia nessas obras fundamentais para evitar um colapso na energia brasileira”, destacou Jesuíno Boabaid, explicando que por esse motivo a sociedade vem solicitando ações de seus representantes para cobrar uma solução a fim das tarifas consideradas abusivas.

O deputado afirmou que em Rondônia o direito à qualidade de vida muitas vezes é negado aos trabalhadores com menor renda, devido ao valor da tarifa de energia elétrica, além de o serviço prestado deixar a desejar em muitas oportunidades.

“Quando um tributo se torna um peso que tira a maior parte do rendimento de um trabalhador assalariado, algo de errado está acontecendo. Precisamos discutir a situação e conhecer o motivo de os rondonienses estarem pagando um preço tão salgado para receber essa energia em suas residências”, disse Jesuíno Boabaid.

Durante a audiência pública comparecerão representes do Legislativo, sociedade civil, responsáveis pelo fornecimento de energia elétrica, dentre outros setores da comunidade.

“Destaco ainda a importância de a comunidade participar dessa audiência, pois se trata de uma luta coletiva, de interesse de todos os cidadãos que se sentem pressionados a cada final de mês com o alto valor da tarifa de energia cobrada”, finalizou Jesuíno Boabaid.

 Fonte: Elaine Maia                                                      

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A