Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Apagão pode ter sido causado por fenômeno atmosférico, diz Lobão


Um fenômeno atmosférico pode ter sido a causa mais provável do apagão que atinge neste momento vários estados do país e o Paraguai, disse há pouco o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

De acordo com ele, é possível que um temporal tenha provocado o desligamento completo da Usina Hidrelétrica de Itaipu. A queda provocou um efeito cascata em outras linhas do Sistema Integrado Nacional.

O ministro disse ainda, que os técnicos avaliam que ainda na noite de hoje (10) o abastecimento será normalizado, mas que a causa real do problema só será conhecida amanhã.

De acordo com Edison Lobão, o estado do Rio de Janeiro é o mais prejudicado com a falta de energia elétrica. O apagão também atinge parte do estado de São Paulo, o sul de Minas Gerais, os estados de Goiás, de Mato Grosso do Sul, do Paraná e o Paraguai. 

Carolina Pimentel/Agência Brasil

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A