Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Aneel aprova reajuste anual das tarifas para distribuidoras do interior de São Paulo




Sabrina Craide
Agência Brasil


 

Brasília - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (29) o reajuste tarifário anual para quatro distribuidoras de energia do interior de São Paulo. As novas tarifas entram em vigor no próximo domingo (3). As quatro empresas atendem cerca de 320 mil unidades consumidoras nos estados de São Paulo, Minas Gerais e do Paraná.
 

Os clientes residenciais da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) Jaguari terão redução de 4,29% nas tarifas. As indústrias atendidas pela distribuidora terão aumento de 6,49%. Para os consumidores residenciais atendidos pela CPFL Santa Cruz haverá uma redução, de 8,77%, mas as indústrias pagarão 6,57% a mais pela energia.
 

Para a CPFL Mococa, foi aprovado aumento de 1,84% para as residências e de 7,7% para as indústrias. Os consumidores atendidos pela Companhia Paulista de Energia Elétrica (CPEE) terão um aumento de 0,45% para as residências e de 5,48% para as indústrias.
 

Os reajustes aprovados hoje não estão relacionados com as reduções nas tarifas anunciadas na semana passada pela presidenta Dilma Rousseff. Todos os anos, as 63 distribuidoras de energia do país passam pelo processo de reajuste e, a cada quatro ou cinco anos, há ainda o ciclo de revisão das tarifas.
 

Segundo a Aneel, os percentuais de reajuste das distribuidoras refletem, dentre outros fatores, a variação do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), previsto no contrato de concessão para medir a inflação no período, além do aumento do custo dos Encargos de Serviços do Sistema (ESS) e os gastos que as distribuidoras tiveram com compra de energia, em especial a elevação do custo variável em função do aumento da geração térmica.
 

A Aneel também aprovou hoje a abertura de audiência pública sobre o terceiro ciclo de revisão tarifária da Cemig Distribuição (Cemig-D), da Centrais Elétricas Matogrossenses (Cemat), da Empresa Energética de Mato Grosso do Sul (Enersul) e da CPFL Paulista.
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A