Porto Velho (RO) terça-feira, 18 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Alstom investe 6 milhões de euros em Centro de Tecnologia para turbinas em Taubaté


A Alstom vai criar um Centro Global de Tecnologia no Brasil, com foco especial em turbinas Kaplan. A empresa irá investir cerca de € 6 milhões nesta iniciativa. O anúncio foi feito na última terça-feira, 29 de Novembro, por Patrick Kron, CEO e Chairman da Alstom, diretamente à presidente Dilma Rousseff, durante uma reunião em Brasília. O Centro Global de Tecnologia será localizado em Taubaté (SP), onde a empresa possui sua maior planta para o setor hidrelétrico no mundo, com capacidade para fabricar todos os equipamentos eletromecânicos para usinas hidrelétricas do Brasil e para exportar para o mundo todo.
 

O Centro Global de Tecnologia - Taubaté irá se concentrar em soluções Kaplan para a Alstom Hydro em âmbito mundial e será composto por uma equipe de Pesquisa & Desenvolvimento e uma plataforma de testes. Especialistas em P&D da França trabalharão junto com os brasileiros nos primeiros anos de implementação. Após esse período de transição, a expectativa é que o centro tenha apenas profissionais brasileiros, promovendo o conhecimento nacional e investindo no crescimento local. A plataforma de testes do Centro Global de Tecnologia - Taubaté estará preparada para testar turbinas Kaplan para projetos localizados principalmente no Brasil e na Ásia, e será também responsável pela pesquisa e desenvolvimento desses projetos. O Brasil é responsável por 45% do futuro mercado Kaplan mundial e por 80% somando-se à Ásia.
 

A Alstom já está ativa no mercado brasileiro de turbinas Kaplan e recentemente assinou um contrato com o projeto Santo Antonio do Jari, para uma usina de energia localizada na região Norte do Brasil. A Alstom já possui referências de sucesso no país, como Porto Primavera, com a Cesp. Na China, a empresa implantou com sucesso o projeto Long Kou, no qual tem atuado desde os últimos dois anos.
 

De acordo com Philippe Delleur, Presidente da Alstom Brasil, com este Centro Global de Tecnologia em Taubaté, a Alstom vai colocar o Brasil no mapa dos países que são referência em tecnologia e responsáveis por exportar conhecimento. Segundo ele, a empresa está disposta a dar mais visibilidade às capacidades de engenharia do Brasil e mostrar todo o potencial do país como um símbolo de inovação. Para ele, o Centro de Tecnologia também será uma forma de estabelecer relações de longo prazo com universidades locais, patrocinar pesquisas e investir em desenvolvimentos e parcerias com estudantes.
 

As turbinas Kaplan são ideais para projetos hidráulicos de baixa queda, de até 60 metros e são capazes de se adaptar ao volume de água no rio, o que gera produção o ano todo, mesmo nos períodos de cheia ou baixa capacidade. Este tipo de turbina é melhor para o meio ambiente, porque pode ser usada com reservatórios e áreas alagadas menores, tornando-se uma solução de ótimo desempenho para represas de fio d’água, que representam o futuro do mercado brasileiro.
 

Fonte: Agência CanalEnergia

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, mantém uma agenda de visitas institucionais que inclui os pr

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Universitários conheceram algumas estruturas do empreendimento

Obras do Linhão de Machadinho e Buritis serão licitadas em Outubro

Obras do Linhão de Machadinho e Buritis serão licitadas em Outubro

Com o objetivo de conectar as cidades abastecidas de energia elétrica por usinas térmicas ao Sistema Interligado Nacional, a Eletrobras Distribuição R

Linhão vai interligar o Amazonas com as usinas de Rondônia e Pará

Linhão vai interligar o Amazonas com as usinas de Rondônia e Pará

As interligações previstas são as seguintes: a da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no Pará, com Parintins; a das usinas de Jirau e Santo Antônio, em Ron