Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Alstom fecha contratos de mais de 400 milhões de euros


 
A Alstom assinou dois contratos, no valor de cerca de 450 milhões de euros, com a empresa privada de utilidades da Índia GVK Industries para construir duas unidades na nova usina de ciclo combinado Jegurupadu III, no distrito de East Godavari, Estado de Andhra Pradesh, Índia. Um dos contratos compreende serviços de engenharia, aquisição e construção (EPC) e um acordo de serviço adicional de longo prazo. No que se refere a construção de uma EPC, pertencente à primeira unidade da usina, é esperada para o terceiro trimestre do exercício fiscal de 2010/11. E a parte relacionada à segunda unidade será programada após recebimento da autorização governamental relevante pelo cliente.


Pelo contrato EPC, a Alstom vai projetar, fabricar, fornecer, instalar, testar e comissionar as duas unidades, cada uma consistindo de turbina a gás GT26 da Alstom, turbina a vapor, gerador, caldeira de recuperação de calor (HRSG), obras civis associadas e balanceamento do equipamento da planta. A turbina a gás, turbina a vapor, gerador e HRSG serão fabricados nas instalações da Alstom na Europa e Ásia. Pelo acordo de serviço adicional de longo prazo, a empresa vai auxiliar a GVK na cobertura das atividades de manutenção pós-comissionamento em Jegurupadu III.


As duas unidades, comissionadas a partir de 2013, terão como base uma configuração de eixo único e terão geração combinada de energia de 800 MW, fornecendo a tão necessária capacidade de geração de energia adicional para a Índia e tornando Jegurupadu III uma das mais eficientes usinas de ciclo combinado do país. Elas também vão otimizar o uso de gás natural graças às turbinas GT26 de classe avançada altamente eficientes da Alstom.


- Jegurupadu III é o segundo projeto de ciclo combinado na Índia a usar nossas avançadas turbinas a gás GT26, reforçando, portanto, nossa posição competitiva neste setor particular - disse Philippe Joubert, presidente da Alstom Power, acrescentando que "temos um excelente relacionamento com a GVK e construímos todas as suas usinas de ciclo combinado existentes, a saber, Jegurupadu I, Jegurupadu II e Gautami I. Estamos orgulhosos com o convite para participar desse quarto importante projeto com a GVK e em contribuir para o rápido desenvolvimento do setor de energia na Índia". A Alstom constrói os trens mais rápidos e os metrôs automatizados de maior capacidade do mundo e também fornece usinas integradas para a geração de energia, além de serviços associados para diferentes fontes de energia, como hidreletricidade, gás, carvão, nuclear e eólica. O grupo emprega 96 mil pessoas em 70 países e registrou vendas de 23 bilhões euros em 2009/2010.

Fonte: Monitor Comercial


 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A