Porto Velho (RO) sábado, 28 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Alstom fecha contrato de 80 milhões de euros para fornecer novos equipamentos para Santo Antônio




Um contrato de €80 milhões - Alstom fornecerá equipamentos
adicionais para a usina de Santo Antonio, no Brasil

 

A Alstom assinou um contrato[1]para fornecer equipamentos adicionais para a usina de Santo Antonio, no Brasil, complementando o projeto atual. A Alstom fornecerá outras duas turbinas Bulbo, quatro geradores, dois reguladores de velocidade, dois sistemas de excitação e seis barramentos. A IMMA, uma joint venture entre Alstom e Bardella, também será responsável por 100% dos equipamentos hidromecânicos e de levantamento. O escopo do envolvimento da Alstom neste projeto é de cerca de 80 milhões.
 

Localizada no Rio Madeira, no norte do Brasil, Santo Antonio é considerada uma das maiores usinas do país, e irá gerar energia suficiente para 44 milhões de pessoas. Os equipamentos irão melhorar a produção de energia da usina em 417 MW, atingindo 3.568 MW para o projeto inteiro. Os novos equipamentos serão produzidos na unidade de Taubaté, onde está uma das maiores fábricas de equipamentos hidrelétricos da Alstom no mundo. Essa nova parte do projeto será concluída em dezembro de 2016.
 

A Alstom assinou seu primeiro contrato para a usina de Santo Antonio em 2008 com um escopo de 19 turbinas e 22 geradores, além do escopo da IMMA de 100% dos equipamentos hidromecânicos e de levantamento. Atualmente, 40% desse escopo já está concluído e operando com sucesso.
 

As unidades Bulbo da Alstom fornecem a solução mais eficiente para quedas de até 30m. Com mais de 300 unidades Bulbo instaladas ao redor do mundo, a Alstom tem excepcional conhecimento e experiência no desenho, fabricação, instalação, comissionamento e gerenciamento de projetos Bulbo complexos, independentemente das condições ambientais.
 

Com mais de 100 anos de experiência nesse mercado, as turbinas e geradores da Alstom instalados ao redor do mundo representam mais de 25% da capacidade atual de energia hidrelétrica. A Alstom está presente no Brasil por quase 60 anos, e é responsável por quase 30% do mercado de geração de energia do país.
 

Sobre a Alstom

A Alstom é líder global em infraestrutura ferroviária e geração e transmissão de energia, e está na vanguarda de tecnologias inovadoras e amigáveis ao meio ambiente.  A Alstom constrói o trem mais rápido e o metrô automatizado de maior capacidade do mundo, fornece soluções de usinas integradas turnkey e serviços associados para uma ampla gama de fontes de energia, incluindo hidrelétrica, nuclear, a gás, carvão e eólica, e oferece várias soluções para transmissão de energia, com foco em redes inteligentes.  O Grupo emprega 93.000 pessoas em mais de 100 países.  Registrou vendas de €20 bilhões e fechou aproximadamente €24 bilhões em pedidos em 2012/13.
 

(1) Este contrato foi registrado no segundo trimestre do ano fiscal de 2013/2014
 

Fonte: Virginie Hourdin / Claire Biau / Alstom Brazil

Matéria atualizada às 13:00 hs

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A