Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Alexandre defende CPI para investigar obras das hidrelétricas do Rio Madeira


Revoltado com a forma com que organismos federais vem atuando em Rondônia, principalmente em decorrência das recentes violências verificadas na Floresta Nacional Bom Futuro, e ainda, pelo não cumprimento efetivo da contrapartida do consórcio responsável pelas hidrelétricas do Rio Madeira, o deputado estadual Doutor Alexandre Brito (sem partido) defendeu durante sessão plenária da Assembléia Legislativa, nesta segunda-feira em Porto Velho, a constituição de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, para apurar todos os procedimentos relativos a estas obras. 

O deputado Doutor Alexandre Brito defendeu a imediata suspensão das obras das usinas do Rio Madeira, diante de uma série de questões de ordem legal, técnica e política, ainda pendentes e que vem afetando seriamente a vida dos rondonienses. 

Segundo o parlamentar, a contrapartida anunciada pelo consórcio de investimentos em Porto Velho e feitos diretamente com a Prefeitura Municipal, de certa forma, mostra o temor destas empreiteiras, de enfrentar um acompanhamento por parte do Governo Estadual e da Assembléia Legislativa. “É preciso de se apurar rigorosamente estes valores tidos como de compensação, pois os problemas se avolumam, e não se constata seriedade de investimentos reais na segurança, saúde e segurança pública”,declarou. 

Ainda alertou o deputado ser preciso um posicionamento do Governo Estadual através da Secretara Estadual do Meio Ambiente, pois estas obras no leito do Rio Madeira tem favorecido seguramente a exploração de minérios, mas desta questão, nada foi debatido ou esclarecido junto as autoridades e a população. 

Finalizou o deputado Doutor Alexandre Brito que o Governo Federal trata com descaso, e ate mesmo o acordo firmado com o Governo Estadual, para permutar parte da Flona Bom Futuro com a reserva estadual atingida pelas obras das usinas do Rio Madeira, não é reconhecido pelos responsáveis locais do IBAMA.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A