Porto Velho (RO) segunda-feira, 22 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

TEATRO DE RUA: Absurdópolis e Princesa engasgada hoje na praça



O Festival promovido pelo grupo O Imaginário acontece na praça das Caixas D'água

O Festival Amazônia Encena na Rua prossegue na noite de hoje, com as apresentações na praça das Caixas D'água das peças, "O Médico Camponês ou a Princesa Engasgada" com o grupo Quebra Cabeça de Porto Velho (RO) "Absurdópolis" com o grupo Cia. Do Lavrado de Boa Vista (RR).

A peça que será encena da pelo grupo de Porto Velho, trata do relacionamento humano, onde um marido intolerante bate constantemente na sua mulher até que esta se vinga proferindo-lhe o mesmo tratamento. O homem, por uma série de ações, torna-se um bom marido e desta forma conseguem viver em paz.

A respeito da peça "Absurdópolis" batemos um papo com o diretor do grupo Cia. do Lavrado Marcelo: é uma texto escrito pela Cia. do Lavrado baseado na obra Lisístrata de Aristófanes. "Fizemos uma adaptação em cima da idéia dele e resolvemos pegar um pouco dos conflitos que a gente esta vivenciando e experimentando em nossa estado de Roraima e colocar esses conflitos todos dentro dessa dramaturgia" Na realidade trata-se de uma comédia cuja sinopse diz o seguinte: Cansadas da falta dos maridos que lutam na Guerra do Peloponeso, as mulheres de Atenas, de Esparta, de Beócia e de Corinto (cidades gregas mais atingidas pela guerra), lideradas pela ateniense Lisístrata, decidem por fim às hostilidades impondo aos homens um jejum sexual. Ocupam a Acrópole e tomam conta do Tesouro até que atenienses e espartanos decidam pela paz. "São seis atores em cena, Marcelo Peres, Enildo Araújo, Renato Barbosa, Graziela Camilo, Adra Naiara e Gilson".

A abertura do 2º Amazônia Encena na Rua aconteceu na noite de terça feira com a apresentação do show humorístico "O Velho Justino e Suas Poesias Matutas" com o ator Tancredo Silva e a "Guadalupe" vivida pelo comediante Nivaldo Mota que fez o público presente ao teatro 1 do Sesc rir durante sua apresentação.

Na manhã de ontem 22, a coordenação do festival ofereceu café da manhã a imprensa e aos integrantes dos grupos que estão participando do festival, além dos patrocinadores e apoiadores cultural durante passeio de barco pelo rio Madeira.

"Esse rio na realidade é o responsável por que Rondônia tem e é", disse Chicão Santos diretor do grupo O Imaginário promotor do evento. "Nossa intenção é reverenciar esse rio chamando atenção para sua importância. Se a cidade de Porto Velho deu as costas para o Madeira, precisamos dizer para o seu povo sobre a importância desse rio para todos nós", disse Chicão.

Hoje pela manhã começa as oficinas que estarão sendo ministradas durante a realização do Festival Amazônia Encena na Rua todas a partir das 8h no Sesc Esplanada.

A noite na praça das Caixas D'água acontecem os espetáculos de teatro na rua a partir das 19h.

Fonte: Sílvio Santos

Mais Sobre Cultura

Wankabuki lança campanha de financiamento coletivo

Wankabuki lança campanha de financiamento coletivo

O Grupo de Teatro Wankabuki, sediado no município de Vilhena (RO), lançou através da plataforma Catarse, uma nova campanha de financiamento coletivo p

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona