Porto Velho (RO) quinta-feira, 18 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

São Lucas apresenta trabalhos científicos no Congresso da SBMT


 

Os Professores Doutores Carolina Bioni, Rodolfo Korte, Sérgio Basano e Luís Marcelo Aranha Camargo, da Faculdade São Lucas (FSL), em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), em conjunto com alunos da FSL e da Unir, apresentarão trabalhos científicas durante o Congresso Anual da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, que será realizada no mês de março, em Recife (PE). Os trabalhos científicos são sub-produtos de suas teses de doutoramento e de trabalhos científicos dos alunos com bolsas PIBIC do CNPq (Conselho Nacional de Pesquisa Científica e Tecnológica.

Os trabalhos destacam doenças regionais, como mansonelose (causada pelo helminto Manosnella ozzardi e transmitida pelo borrachudo) e a filariose linfática ou elefantíase (causada pelo helminto Wuchereria bancrofti e transmitida pelo Culex, pernilongo comum) e a leishmaniose tegumentar americana (transmitida pelo flebotomíneo). A mansonelose é uma doença ainda pouco conhecida, tanto em seu aspecto clínico como em relação ao seu tratamento. Em algumas áreas ribeirinhas do rio Purus (Amazonas), por exemplo, 80% da população apresentam-se parasitadas. A FSL desenvolveu em seus laboratórios o diagnóstico molecular (reação da polimerase em cadeia-PCR) da doença, sob orientação do Doutor Odécio Cáceres, bolsista DCR do CNPq e fomentado pela Fapesp.

Em Porto Velho, a ocorrência de filariose bancroftiana foi diagnosticada na década de 50 pelo cientista mineiro Doutor René Rachou. Na ocasião o pesquisador considerou os casos como sendo “importados” de outros estados e não oriundos de Porto Velho. Os estudos visam identificar se há atualmente a transmissão da filariose em Porto Velho e, em sendo afirmativo, identificar os locais de transmissão. Até o momento foram examinadas em torno de 2.500 pessoas e mais de 3.000 mosquitos (Culex) sem que o parasita tenha sido encontrado. A proposta é ampliar a amostra para confirmar os achados, de extremo interesse para a comunidade e para o Ministério da Saúde. Com relação à leishmaniose, estuda-se no município de Monte Negro, interior rondoniense, a composição da fauna de vetores, quais as espécies que estão envolvidas na transmissão e se a saliva do inseto tem ação protetora ou promotora da doença em humanos.

No Congresso Anual da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, os pesquisadores da FSL vão apresentar os seguintes trabalhos: “Estudo comparativo da hemoscopia e da PCR para o diagnóstico humano de Mansonelose (Mansonella ozzardi, Nematoda: Onchocercidae) ao longo do rio Purus, Lábrea, Amazonas, Brasil”; “Estudo da ocorrência de Mansonelose (Mansonella ozzardi, Nematoda: Onchocercidae) na população do município de assis brasil, Acre, Brasil”; “Simulidofauna de Rondônia: lista preliminar de espécies”; “Fauna de flebotomíneos do município de Monte Negro, Estado do Rondônia, Brasil”; “Aspectos clínicos e epidemiológicos da Mansonelose (Mansonella ozzardi, Nematoda: Onchocercidae) ao longo do rio Purus, Lábrea, Amazonas, Brasil”; “Estudo da ocorrência de filariose em bairros ribeirinhos de Porto Velho, Rondônia, Brasil”; “Resultados preliminares sobre a ocorrência de Mansonelose (Mansonella ozzardi, nematoda: Onchocercidae) e de seus vetores (simulídeos), em população urbana e ribeirinha de Porto Velho, Rondônia-Brasil”; “Estudo da ocorrência de filariose bancroftiana no município de Guajará-Mirim, Rondônia, Brasil”.

Fonte: Chagas Pereira

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe