Porto Velho (RO) quinta-feira, 23 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

S.Lucas destaca relevância da extensão para inclusão social



“Nosso objetivo é construir uma prática inclusiva pela via da integração ensino, pesquisa e extensão. E nessa direção trabalhamos o binômio ensino-extensão. O conceito de extensão ainda é muito discutido no meio acadêmico, e sua importância, cada vez mais integrada ao ensino e à pesquisa, no âmbito do Ensino Superior, é inegável”, destaca a professora Hélia Cardoso Gomes da Rocha, Coordenadora Pedagógica Geral das Faculdades São Lucas e São Mateus. Para ela, o conceito de extensão ainda é muito difuso e o Fórum de Pró-reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras vem tentando refinar essa definição. “Segundo esse Fórum, a extensão constitui um processo educativo, científico, cultural, de interação da academia com outros setores da sociedade, realizado por meio de ações, como programas, projetos, cursos, assessorias, consultorias e serviços”, salienta. Na opinião da professora, essas atividades representam uma abertura da academia para a sociedade, através de um movimento essencialmente inclusivo. De acordo com a coordenadora pedagógica da São Lucas e da São Mateus, a formação cidadã do aluno universitário é uma meta que ganha cada vez mais força. “É preciso que o Ensino Superior esteja voltado para as necessidades da população, orientando as atividades acadêmicas para o envolvimento, atendimento e solução de problemas da comunidade”, alerta a professora Hélia Rocha, argumentando que o envolvimento dos estudantes nas problemáticas da comunidade é a estratégia privilegiada para que ele passe a enxergar sua profissão de maneira mais humanista. Ela observa que a ciência, a tecnologia e a cultura devem ter estreitas relações com a sociedade, proporcionando qualidade de vida e tornando plena a convivência comunitária. “Promover a difusão do conhecimento, o envolvimento com os movimentos sociais, com empresas e organizações governamentais e não-governamentais se constitui cenário rico para a formação discente, como também oportunidade de formação docente continuada, além de expressar o comprometimento da IES com a transformação da sociedade rondoniense e a inclusão social no País”, acentua.

A docente da São Lucas destaca, ainda, que os progressos científicos e tecnológicos, vivenciados nas salas de aulas e nos laboratórios, por estudantes e professores, passam a ter significado concreto na solução de questões comunitárias, com resultados nas vidas de inúmeras pessoas. “A escolha da inclusão como temática reforça o compromisso das Faculdades São Lucas e São Mateus de buscarem caminhos para a transformação social e enfrentamento dos problemas que levam à exclusão. Por isso extensão é entendida aqui como atividade eminentemente inclusiva, cuja função é ser integradora do ensino e da pesquisa”, informa. Do ponto de vista pedagógico, a professora Hélia Rocha acredita que a inclusão social se dará pela via da interdisciplinaridade e da extensão. “O nosso desejo é que a extensão nas Faculdades São Lucas e São Mateus tenham, a partir de ações metodológicas interdisciplinares, como estrutura teórico-metodológica, para o trabalho dos atores do processo de ensino-aprendizagem e os projetos de extensão, sejam de grande relevância para inclusão social, pois entendemos que as práticas de extensão interligam as atividades de ensino e pesquisa às demandas da população, possibilitando a formação do profissional cidadão e credenciando a produção de conhecimento para a superação de desigualdades sociais”, assinala. Conforme a docente, os pilares do Ensino Superior, cada um com a sua especificidade, mas integrados, devem convergir para uma atuação inclusiva.

Fonte:  Chagas Pereira (Registro Profissional 165 – DRT/RO)

 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio