Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

Reformulação da Lei de Incentivo à Cultura é tema de audiência na Câmara


          
A realização da audiência foi proposta pela Deputada Federal Marinha Raupp (PMDB)

A proposta de reformulação da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) foi tema de audiência pública, realizada na última semana, na Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional. Durante o evento, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, destacou a necessidade de mudanças no texto da Lei para capacitá-la a atender à produção e à difusão cultural em todas as regiões do país. Ele também enalteceu a iniciativa da deputada Marinha Raupp em propor a audiência por meio de Requerimento aprovado na Comissão da Amazônia.

Durante a audiência, o ministro afirmou que as alterações da atual Lei de Incentivo à Cultura possibilitarão uma maior participação do governo na destinação de recursos a diferentes expressões culturais, em todas as regiões do Brasil. Segundo ele, no atual modelo de financiamento, após a aprovação dos projetos pela Comissão Nacional de Incentivo à Cultura, o governo não tem mais nenhum controle sobre o que será financiado. São as empresas que escolhem quais setores da cultura nacional serão estimulados.          

De acordo com o ministro, o resultado disso “é uma grande concentração dos investimentos nas regiões Sul e Sudeste do país, financiando espetáculos de artistas consagrados, dirigidos a um público de alto poder aquisitivo, que traga retorno à imagem institucional das empresas”. Isso porque, de acordo com dados do Ministério da Cultura, atualmente 80% dos recursos captados para incentivar a cultura nacional são direcionados às regiões Sul e Sudeste, enquanto a Região Norte recebe apenas 3%.

Juca Ferreira também afirmou que a proposta de revisão da Lei Rouanet prevê o fortalecimento orçamentário do Fundo Nacional de Cultura (FNC), a redução dos limites de recursos autorizados à renúncia fiscal, a criação do Vale Cultura para financiar o consumo cultural da população de baixa renda, a criação da Loteria da Cultura, entre outros.

Ao final da audiência, a deputada Marinha Raupp agradeceu a presença do ministro, e afirmou acreditar que a nova Lei de Incentivo à Cultura contribuirá para ampliar os recursos culturais para o Norte e Nordeste, reduzindo as desigualdades regionais. Segundo ela, a nova proposta poderá oferecer subsídios para que os artistas e produtores culturais possam apresentar seus projetos, com os recursos necessários para efetivá-los.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Cultura

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

Com bastante antecedência e foco no cumprimento de sua missão, a Escola de Samba Asfaltão realizou no ultimo dia 16 de março, seu Planejamento Estraté

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

O espetáculo ÍFÈ, da Companhia Beradera de Teatro, estreia neste sábado (23), às 20h, em Porto Velho e tem como inspiração a história de importante fi

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Sonhos de MarçoPorto de sons e sonhos...Em marçouma paisagem sonorade cantos...um cenário a partecenas se repartem ese juntam em melodiasdiferentesDe

FERROVIÁRIOS ELEGEM NOVA EXECUTIVA SOB PROMESSA GOVERNAMENTAL BOTAR O TREM PRA ANDAR

FERROVIÁRIOS ELEGEM NOVA EXECUTIVA SOB PROMESSA GOVERNAMENTAL BOTAR O TREM PRA ANDAR

Porto Velho, RONDÔNIA - Ainda sem local adequado para se instalar e funcionar como em décadas atrás, a nova diretoria da Associação dos Ferroviári