Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

Prefeitura reforça alimentação de alunos do campo


Os produtos regionais, como banana, açaí, cupuaçu e farinha de tapioca, conhecidos pelo sabor e alto valor nutricional, agora fazem parte do cardápio alimentar dos alunos da zona rural e ribeirinha de Porto Velho. Com o lançamento do projeto "Sabor do Campo", na manhã desta quarta-feira (30), no auditório da escola de música "Jorge Andrade", um total de 45 itens passam a ser comprados pelas escolas, direto do produtor rural.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), através da Divisão de Alimentação Escolar (Diale), o projeto proporciona o reforço da alimentação escolar, valoriza o trabalho do produtor e incentiva a prática da agricultura familiar, além de dar mais autonomia para as escolas, que passam a decidir que produtos comprar, quando e de quem comprar, com o devido acompanhamento dos conselhos escolares e associações de pais.

O prefeito Roberto Sobrinho destacou durante o lançamento que além de incentivar o associativismo, que é extremamente importante para o crescimento do produtor, já que a compra só poderá ser feita dos associados a sindicatos e cooperativas, o projeto é uma garantia de compra e de preço. "O trabalhador vai saber que produzindo ele vai ter alguém que compre os seus produtos. Isso lhe dá uma certa segurança. Com a compra direta ainda será possível reduzir os custos, já que não haverão mais atravessadores, o que permitirá melhorar a qualidade", falou.

Sobrinho também lembrou que a Prefeitura está investindo na melhoria da educação do campo, de um modo geral. Em dois anos, mais que dobrou o número de alunos atendidos com transporte escolar, renovou a frota e está reformando e ampliando escolas.

A secretária municipal de Educação, Epifânia Barbosa da Silva, ressalta que desde 2003, com o lançamento do programa "Fome Zero", do Governo Federal, não se serve mais merenda nas escolas rurais, e sim refeições. "Esses alunos que estudam nas escolas rurais costumam vir de muito longe para estudar e precisam de uma alimentação completa e reforçada para conseguirem ter um bom rendimento escolar", diz Epifânia, acrescentando que quando a atual administração assumiu eram investidos R$ 320 mil em merenda escolar. Hoje o valor já ultrapassa os R$ 400 mil. 

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Cultura

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental, realizado todos os anos em Porto Velho/RO, é um dos três festivais de cinema ambiental brasileiros e um