Porto Velho (RO) domingo, 17 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Cultura

Polícia Militar de Rondônia retorna com o projeto “Música na Comunidade” para crianças e adolescentes em Cacoal


Crianças e adolescentes mostraram a performance musical após 50 dias da retomada do projeto “Música na Comunidade” - Gente de Opinião
Crianças e adolescentes mostraram a performance musical após 50 dias da retomada do projeto “Música na Comunidade”

Uma apresentação musical na manhã dessa quarta-feira (6), na Base Comunitária do 4º Batalhão da Polícia Militar marcou a retomada do projeto “Música na Comunidade” em Cacoal. Após um período suspenso em virtude da pandemia, o Governo de Rondônia, por meio da Polícia Militar (PMRO), tem buscado dar sequência aos projetos sociais que visam aproximar a Corporação e a sociedade.

“Alguns alunos não podem pagar e aqui a Polícia Militar oferece as aulas de graça, para quem tiver vontade de aprender. Isso ajuda muitas crianças e jovens. Agradeço muito a PM por trazer essa chance para gente”, emociona-se a aluna do projeto, Sofia de Souza Arcanjo, de 12 anos, Aluna do 7º ano do Ensino Fundamental.

A adolescente ressaltou a empolgação por aprender a tocar teclado. “Eu estou muito feliz, apesar de todo o nervosismo que eu estava. Fiquei muito orgulhosa de mim mesma. As aulas são muito divertidas e eu estou feliz de verdade. Estou adorando tocar teclado, é algo incrível e especial”.

Keila, mãe da aluna Sofia, fez questão de demonstrar o orgulho e a admiração pela filha

Acompanhada de perto pela mãe, Keila da Silva Arcanjo, Sofia atravessa a cidade para participar do “Música na Comunidade”. Para a funcionária pública, ver a filha tocando na apresentação, foi emocionante. “Hoje foi a primeira vez que vi minha filha tocar e a emoção de mãe encheu meu coração. Estou muito feliz e ver ela ainda mais feliz é muito bom, é muito orgulho. Ela estava bastante nervosa, mas conseguiu tocar e a gente consegue ver a felicidade em seu no rosto”.

Sobre o projeto desenvolvido pela Polícia Militar, Keila rende elogios. “Este é um projeto muito bom. Eu vejo que trabalha todas as áreas com as crianças, o físico e o mental. Estimula, mexe com a autoestima; a criança se sente bem, se sente valorizada. Ao oferecer as aulas de forma gratuita, esse projeto da Polícia Militar consegue alcançar todas essas crianças, realizando o sonho de muitos, que é aprender a tocar um instrumento musical”, ressalta.

Um sonho compartilhado também pela pequena Luiza Karielly Ribeiro Negreiros, de apenas nove anos. Ao final da apresentação musical, o entusiasmo e o orgulho eram nítidos. “Eu sempre tive o sonho de tocar um instrumento e com a Polícia Militar essa chance surgiu. Minha mãe disse que era possível eu aprender aqui na base da PM e a gente veio atrás e hoje eu faço parte disso tudo. Eu sinto muita alegria, eu fico muito feliz mesmo quando eu estou tocando”, completa a aluna do 4º ano do Ensino Fundamental.

Para o comandante do 4º BPM, major PM João Carlos Rodrigues Matos, a retomada das atividades do projeto “Música na Comunidade” é uma conquista tanto para a Polícia Militar quanto para a comunidade.

“Iniciativas como esta apontam novos caminhos, pavimentados por notas musicais para crianças e adolescentes que, por meio da música, estarão longe do mundo das drogas e de práticas ilícitas. A Polícia Militar está contribuindo para um futuro digno de nossas crianças e adolescentes, com boas ações junto à comunidade”, destaca.

Sobre a apresentação realizada na manhã de quarta-feira, apenas 50 dias após a retomada do projeto, o comandante do batalhão se mostrou muito orgulhoso. “A atividade mostrou a grande atuação dos alunos e professores, o que resultou no alto desempenho das nossas crianças e adolescentes participantes do projeto. Para nós, da Polícia Militar, é uma honra voltar às atividades do projeto “Música na Comunidade” e ver a dedicação dos nossos alunos”.

Projeto oferece aulas de teclado, violão, bateria e saxofone

De acordo com o major PM Matos, o principal objetivo do projeto é desenvolver competências e habilidades musicais nas crianças e adolescentes, ao mesmo tempo em que os fazem perceber o próprio valor. Por meio da música, esses jovens aumentam a capacidade de interação social. O oportuniza um novo aprendizado, contribuindo para a formação da personalidade, pautada no respeito e na responsabilidade de cada indivíduo. Por isso nossa gratidão e nossos parabéns aos envolvidos, alunos, pais, colaboradores e, principalmente ao sargento PM Silva, instrutor e grande idealizador do projeto”, concluiu.

Após a retomada das atividades, há menos de dois meses, o “Música na Comunidade” já conta com 40 alunos matriculados. Com aulas toda terça-feira e quinta-feira, das 8 horas às 11 horas e segunda-feira e quarta-feira, das 14 horas às 18 horas, o projeto oferece aulas de teclado, violão, bateria e saxofone.

Idealizador e coordenador do projeto, o sargento PM, Tércio Silva Flor, destaca que a melhor parte é acompanhar a evolução dos seus alunos. “É recompensador ver o aluno começando a tocar, ver que o que você ensina, tornar-se real. Ver os alunos tocando, produzindo e receber a gratidão deles é a grande recompensa. É um trabalho voluntário, mas que eu executo com muita dedicação e carinho, por acreditar que a música transforma”.

Mais Sobre Cultura

1ª Cavalgada de Nova Mutum Paraná acontece no dia 7 de novembro

1ª Cavalgada de Nova Mutum Paraná acontece no dia 7 de novembro

Os cavaleiros de Nova Mutum Paraná e região podem começar a preparar as tropas, botas e chapéus, no próximo dia 7 de novembro, acontece a 1º cavalga

Confraria “Amigos do Buraco do Candiru” homenageia com Estrela o poeta José Valdir

Confraria “Amigos do Buraco do Candiru” homenageia com Estrela o poeta José Valdir

A Confraria Amigos do Buraco do Candiru homenageia nesta sexta-feira, 15 de outubro, na Calçada das Estrelas do Rio Madeira, o poeta Profº José Valdir

Sejucel divulga lista de habilitados e inabilitados na 2ª Edição da Lei Aldir Blanc; prazo para recurso vai até domingo, 10

Sejucel divulga lista de habilitados e inabilitados na 2ª Edição da Lei Aldir Blanc; prazo para recurso vai até domingo, 10

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer de Rondônia (Sejucel), divulga, nesta sexta-feir