Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

Odontologia da FIMCA: Não perca essa oportunidade


 
“Se fosse possível imaginar um mutirão para acabar com a epidemia de cárie no país, os 200.000 cirurgiões-dentistas brasileiros, que representam 10% de todos os profissionais do mundo, necessitariam trabalhar 24 horas por dia, durante 5 anos, só para chegarmos ao nível aceitável de CPOD (Índice de Dentes Cariados, Odontologia da FIMCA: Não perca essa oportunidade  - Gente de OpiniãoPerdidos e Obturados) da OMS - (Organização Mundial de Saúde)”. A afirmativa é da doutora Hilda Maria Montes Ribeiro de Souza, da Fundação Oswaldo Cruz, e reflete o universo de oportunidades de trabalho para quem pretende fazer o curso de Odontologia. 

Mas, além de combater o problema específico da cárie, o cirurgião-dentista atua na prevenção e reabilitação das doenças bucais em geral e suas seqüelas, assim como no diagnóstico de doenças sistêmicas com manifestações bucais, o que amplia ainda muito mais o seu campo de atuação profissional. 

Estrutura do Curso na FIMCA 

Para se inserir com vantagens competitivas nesse mercado de trabalho, o interessado deve optar por uma faculdade que lhe proporcione sólidos conhecimentos científicos e habilidades técnicas, assim como formação humanística, postura ética, responsabilidade social e consciência de permanente aprendizado através de formação continuada. Tudo isso, em Rondônia, pode ser encontrado na FIMCA – Faculdades Integradas Aparício Carvalho, instituição pioneira na formação de cirurgiões dentistas no estado. 

Na FIMCA, o estudante interessado na área de Odontologia dispõe da infra-estrutura ideal e dos melhores professores para uma formação de qualidade. “Nos primeiros três semestres do curso, ele divide as salas de aula com alunos de Medicina, Enfermagem, Nutrição e Farmácia, recebendo uma formação básica sobre as ciências biológicas. O currículo inclui matérias como imunologia, histologia, genética, anatomia e microbiologia”, explica a professora Dra. Mirna Licia Gelle, coordenadora do Curso. 

É a partir do 4º semestre que o acadêmico começa a atender pacientes nas três Clínicas Odontológicas existentes no Campus, uma, inclusive, destinada ao atendimento de recém-nascidos até dois anos de idade. “Mas antes de chegar à parte prática, nossos alunos têm treinamentos com manequins, no Laboratório Pré-Clínico”, esclarece a coordenadora, acrescentando que ao mesmo tempo, nas aulas teóricas, aprendem a fazer diagnóstico bucal (estomatologia), tratamento de canal (endodontia), tratamento de gengiva (periodontia), restaurações diversas (dentística), reabilitação oral (prótese), extrações simples (cirurgia) e têm noções de como corrigir uma arcada dentária (ortodontia). “Importante ressaltar que em todas essas atividades envolvemos nossos acadêmicos com uma formação humanística e social, com ênfase na área de Saúde Coletiva”, concluiu Mirna. 

Inscrições e Bolsa Rotativa 

Odontologia da FIMCA: Não perca essa oportunidade  - Gente de OpiniãoCom a experiência de dez turmas formadas, a FIMCA está com inscrições abertas até o dia 29 deste mês, para o vestibular do Curso de Odontologia, cujas provas serão realizadas no dia 31. As inscrições podem ser feitas pela internet, no endereço www.fimca.com.br, ou pessoalmente na secretaria da instituição, mediante o pagamento da taxa de apenas R$ 25,00 (vinte e cinco reais). 

Os vestibulandos que optarem pelo Curso de Odontologia vão contar este ano, pela primeira vez na história da FIMCA, com o benefício da Bolsa Rotativa. “A Bolsa Rotativa, modalidade de financiamento próprio, através do qual a instituição financia até 50% do curso, não contemplava o Curso de Odontologia. Mas este ano, atendendo a inúmeros pedidos, resolvemos estender o benefício a 30 alunos. Deste modo, o aluno que for aprovado no vestibular para Odontologia e estiver interessado na Bolsa Rotativa, deve encaminhar seu requerimento e, se contemplado, vai pagar apenas R$ 703,45 por mês, durante os cinco anos do curso e, depois de formado, por mais cinco anos”, esclareceu o Dr. Aparício Carvalho, diretor geral da FIMCA. 

A Bolsa Rotativa facilita a vida dos estudantes que enfrentam alguma dificuldade financeira para custear sua formação superior. Ele paga a metade do valor do curso enquanto está estudando, e a outra metade depois de formado. “É um incentivo e um voto de confiança no futuro profissional. No caso do cirurgião-dentista, o mercado de trabalho é muito amplo. Hoje a atuação desse profissional está mais voltada para o serviço público do que para o privado, ao contrário do que era no passado recente.”, concluiu Aparício. 

Fonte: Sergio Mello

Mais Sobre Cultura

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

Cineamazônia participa do 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente em Portugal

O Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental, realizado todos os anos em Porto Velho/RO, é um dos três festivais de cinema ambiental brasileiros e um