Porto Velho (RO) sábado, 25 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Joer: Jogos terão inclusão de quilombolas e ribeirinhos



Estudantes indígenas, alunos de comunidades quilombolas e ribeirinhos terão a oportunidade de participar dos Jogos Escolares deste ano. De acordo com o professor Adailton Noleto, coordenador de esportes e cultura da Secretaria de Estado da Educação, o foco dos jogos neste ano será a inclusão sócio-racial. Para viabilizar a participação desta parcela da comunidade estudantil, Noleto está articulando uma ampla rede de parcerias que envolve órgãos estaduais e federais.

Na semana passada Noleto esteve em Brasília, onde participou de reuniões na Secretaria Especial da Igualdade Racial (Sepir), na Secretaria Especial de Saúde Indígena e no Departamento de Esportes Educacionais, do Ministério dos Esportes, em busca de convênios para ajudar na organização dos jogos. O professor esteve também nos gabinetes do senador Acir Gurgacz (PDT) e da deputada federal Marinha Raupp (PMDB).

Em Rondônia já firmou termo de cooperação com a Sedam, Funai de ji-Paraná, Ibama e Funasa, para ajudar no transporte, na alimentação e aquisição de material esportivo. No Ministério dos Esportes será firmado convênio de adesão ao projeto ‘Pintando a liberdade’. Por meio deste projeto, apenados do sistema prisional poderão confeccionar materiais esportivos e receber em troca dinheiro e remissão de pena. Para cada bola costurada, por exemplo, ganha R$ 3 e a cada três dias trabalhados, ganha um dia de remissão de pena. O material esportivo obtido será enviado às escolas, principalmente às indígenas.

A primeira fase do Joer teve início em fevereiro, com as disputas interclasses. Em seguida virão as fases municipais, regionais e a final em porto velho, cujas competições terão início a partir de 29 de julho a 29 de agosto. Os campeões de cada categoria são classificados para os Jogos Olímpicos Escolares.

Inclusão

Além da participação nos esportes coletivos normais, a idéia, segundo Noleto, é promover disputas individuais para a comunidade estudantil indígena, como arco e flecha e zarabatana. Segundo ele, está prevista a participação de 20 equipes masculinas e seis femininas. Os alunos de comunidades Quilombolas, deverão participar com quatro equipes masculinas e duas femininas. Vão competir nas modalidades de futebol e voleibol no esporte coletivo e natação e atletismo na competição individual.

Os ribeirinhos participarão com quatro equipes masculinas e duas femininas. Elas virão do Baixo Madeira, da Bacia Do Abunã e do Vale do Guaporé.

Fonte: Decom
 

Mais Sobre Cultura

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Orquestra Villa-Lobos de Porto Velho abre seleção para novos músicos voluntários e com bolsas de incentivo

Aprovado pelo Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo `Cultura e com o apoio do SICOOB, O Instituto Cultural Villa-Lobos de Port

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Cultura popular em praça pública de Porto Velho

Apaixonada pelas rimas, com dedicação à poesia e à prosa desde os 7 anos, a poetisa Maria de Nazaré Melo, 52 anos, não poupou elogios ao falar do proj

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Porto Velho: apresentações culturais na Praça Getúlio Vargas são opções de lazer nesse fim de semana

Com uma belíssima iluminação decorativa e apresentações culturais, a Praça Getúlio Vargas tornou-se um dos lugares mais visitados nesse fim de ano em

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

Noite em Homenagem ao Samba no SESC Esplanada

O Dia Nacional do Samba, foi comemorado em todo país na segunda-feira (02) e para celebrar a data com muita alegria e gingado, o que o ritmo proporcio