Porto Velho (RO) quinta-feira, 18 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Cultura

Investimentos públicos e privados ampliam mercado para Gestores Hospitalares


 
O Ministério da Saúde autorizou, em 2009, a construção de 259 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), ultrapassando a meta estabelecida no início do ano, que era de 250 unidades. Nelas, a população pode resolver problemas como pressão alta, febre, cortes, queimaduras, alguns traumas e receber o primeiro atendimento para infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outras enfermidades.

Quando o paciente chega à unidade, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por até 24h.

Em todo o País, 290 Unidades de Pronto Atendimento 24 Horas receberam desde 2009 recursos para a sua construção. Elas estão espalhadas por 239 municípios em 25 estados, além do Distrito Federal. O governo federal liberou cerca de R$ 600 milhões para as obras e a compra de equipamentos. A previsão é chegar a 500 unidades até o final de 2010. O andamento das obras é de responsabilidade dos municípios.

Na penúltima semana do ano, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, liberou R$ 225,4 milhões para a construção de 880 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em 779 municípios do país. As UBSs são os principais locais de atuação das equipes de Saúde da Família, que trabalham em ações de prevenção e reabilitação de doenças nas comunidades. Nos últimos dois anos, o Ministério da Saúde incluiu 10 milhões de pessoas no atendimento do Saúde da Família, cuja cobertura chega, hoje, a 96 milhões de pessoas.

Gestão Hospitalar: atividade com farta oferta de empregos

Esses investimentos do governo federal demonstram a necessidade da formação de um número cada vez maior de profissionais competentes para a gestão dessas unidades médico-hospitalares.

Em Rondônia, particularmente, além dos recursos públicos, a iniciativa privada também está investindo alto na construção, reforma e ampliação dos hospitais, para atender o crescimento da demanda, em função da expansão da economia do estado.

Somente em Porto Velho, como contrapartida das Usinas do Madeira, estão previstas a construção de 19 Postos de Saúde e duas Unidades Pronto Atendimento - como compensações da UHE de Santo Antônio - mais dois Hospitais, um na capital e outro no distrito de Jaci - Paraná, para atender a população local e os trabalhadores da UHE de Jirau que estão se mudar para lá em virtude da obra

A FIMCA forma e qualifica

Se você está procurando formação superior numa área em crescente demanda em todo o território nacional, deve considerar seriamente a opção pelo Curso de Tecnólogo em Gestão Hospitalar.

A FIMCA – Faculdades integradas Aparício Carvalho – está com inscrições abertas, até o dia 29 deste mês, para o 25 cursos de graduação, entre os quais o de Tecnólogo em Gestão Hospitalar. As provas serão realizadas no dia 31 de janeiro. As inscrições podem ser feitas pela internet, no endereço www.fimca.com.br, ou pessoalmente na secretaria da instituição, mediante o pagamento da taxa de apenas R$ 25,00 (vinte e cinco reais).

Em três anos os acadêmicos se preparam para atuar na direção e coordenação das atividades de um hospital, seja público ou particular. Formados, poderão atuar no planejamento, organização e gerência das instituições hospitalares, supervisionando o dia-a-dia do hospital no desempenho das questões burocráticas e administrativas, mantendo contato com médicos e enfermeiros, controlando o quadro de servidores, além de cuidar da manutenção dos equipamentos e do estoque dos materiais.

Com o benefício da Bolsa Rotativa, o aluno vai investir R$ 224,96 por mês, durante os três anos do curso, pagando os outros 50% apos a formatura, por um período igual ao que passou estudando, ou seja, por mais três anos.

Fonte: Sergio Mello

Mais Sobre Cultura

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

Wankabuki apresenta peça “À Margem” em três cidades de Rondônia

O Grupo de Teatro Wankabuki, de Vilhena (RO), realizará entre os dias 17 e 26 de outubro uma série de apresentações da peça “À Margem” nos municípios

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Professor Aleks Palitot doa livros para escola municipal infantil

Na tarde de quinta-feira (11), o Professor Aleks Palitot visitou a Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na Zona

SESC abre inscrições para exposição  e oficina de fotografia em Porto Velho

SESC abre inscrições para exposição e oficina de fotografia em Porto Velho

A exposição será realizada na rua Euclides da Cunha, com inscrições e impressões gratuitas no formato lambe-lambe