Porto Velho (RO) quinta-feira, 28 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Cultura

Inventário das Sombras: Projeto do movimento 'Coletivo Madeirista' é premiado pela Unesco


Inventário das Sombras, projeto da equipe Coletivo Madeirista, formada por artistas plásticos de Porto Velho, receberá a premiação Digital Art Awards 2007 - Sons e Imagens de Minha Cidade. O concurso internacional, criado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), visa reconhecer iniciativas que promovam uma reflexão inovadora entre arte e tecnologia e a sua interação na sociedade de informação.

O grupo de artistas rondonienses representará o Brasil na Bienal de Sharjah, nos Emirados Árabes, de 31 de março a 3 de abril, com 'workshop' para arte-educadores locais e de diversos países e uma exibição de vídeo mostrando suas ações artísticas. A equipe é composta por Joesér Alvarez, Rinaldo Santos, Flávio Dutka, Jean Ricardo, Gaspar Knippel, Luis Dantas, Adão Viotto e Deivis Nascimento.

Diversos países concorreram com seus projetos à premiação da Unesco, dentres os quais a Croácia, Taiwan, Paquistão, Coréia do Sul , Romênia, Tunísia, Bangladesh, Egito, Alemanha, Senegal, Canadá, Irã, Palestina, França, Sérvia, África do Sul, Holanda, Israel, Inglaterra, Grécia, Síria, Kurdistão, China, Estados Unidos, Polônia, Suíça, Bolívia, Argentina, Austrália, Slovenia, Moldova, Chile, México, Latvia, Jordânia, Burkina-Faso, Japão. Do Brasil, também foram apresentados outros trabalhos.

Projeto Inovador
O projeto Inventário das Sombras tem o objetivo de discutir o papel do artista e o lugar da arte.

Artistas pintam a própria sombra
Sua idealização aconteceu na capital de Rondônia, durante uma oficina realizada pela Fundação Nacional de Arte (Funarte), em 2004, na calçada da Casa de Cultura Ivan Marrocos.

A proposta é simples e não requer prática nem habilidades específicas: basta pintar a própria sombra na calçada e fazer um grafismo que registre a presença da pessoa naquele momento.

Cria-se, então, uma galeria de arte pública.
O movimento artístico já se espalhou por outras cidades do país, tendo sido promovido nas ruas de São Paulo, de Vitória e, durante a última Bienal da União Nacional de Estudantes (UNE), no Rio de Janeiro, recriando uma 'calçada da fama' entre a Lapa e o Circo Voador.

Fonte: O IMAGINÁRIO
Ator Chicão Santos

Mais Sobre Cultura

Prefeitura realiza cadastramento de agentes da cultura

Prefeitura realiza cadastramento de agentes da cultura

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Fundação Cultural e em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), projeto Mesa Brasil d

Mãe cabocla, mãe brigadeira

Mãe cabocla, mãe brigadeira

Minha mãe era cabocla, era beiradeira,Não estudou, não teve tempo nem oportunidade para isso.Mas foi perfeita!Foi disparada a melhor mãe do mundo, sel

MÃE

MÃE

Ah, mãe! Palavra tão pequenina, mas de significado infinito....

Um artista de Rondônia está entre os contemplados no Arte como respiro

Um artista de Rondônia está entre os contemplados no Arte como respiro

O Itaú Cultural acaba de divulgar em seu site (www.itaucultural.org.br) os selecionados para o primeiro edital da série Arte como respiro: múltiplos e