Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

Encontro debate psicologia e mediação


Numa iniciativa conjunta da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia e do Conselho Regional de Psicologia (Seccional Rondônia), foi realizado ontem, no auditório da Ulbra, em Porto Velho, o encontro estadual que discutiu os temas "Medidas sócio-educativas de internação", com palestras ministradas pelas psicólogas Amanda de Souza Oliveira Cabral, especialista em violência doméstica contra criança e adolescente pelo Laboratório da Criança da Universidade de São Paulo que atua na Promotoria da Infância e Juventude no Ministério Público de Porto Velho, e Denise Toffani, especialista em Psicologia Jurídica, atua no Tribunal de Justiça de Rondônia há mais de dez anos na Justiça da Infância e Juventude, e "Psicologia e Mediação", coordenado pela psicóloga Gisele Câmara Groeninga e pelo advogado Helder Hisler.

Gisele Groeninga é Psicanalista pelo Instituto Sedes Sapientae e Instituto da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo e Mestranda em Direito Civil pela USP, enquanto Helder Hisler é advogado especialista e Direito Constitucional pela Universidade de Taubaté em São Paulo, Mestrado em Ciências Políticas pela Escola Superior de Guerra, Doutorando em Direitos Fundamentais pela Universidade Carlos III, de Madri. O encontro, segundo a psicóloga Fátima Queiroga, coordenadora estadual do Núcleo da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia (Abep) em Rondônia, tem como meta elaborar propostas que serão apresentadas e defendidas por ocasião do I Encontro de Psicologia e Mediação, previsto para o período de 7 a 9 de deste mês de dezembro, em Brasília. Fátima Queiroga informou que o Núcleo da Abep foi implantado em agosto deste ano, sendo este encontro o primeiro evento promovido pela entidade no estado.

O coordenador geral da Seccional do Conselho Regional de Psicologia, Zeno Germano, informou que as preliminares do I Encontro de Psicologia e Mediação estão sendo realizadas em nível nacional. "Essa iniciativa tem o apoio do Ministério da Justiça, que reconhece que o psicólogo deve participar de todo esse processo de mediação e conciliação, que é uma área nova na psicologia", salientou o coordenador, acrescentando que esse debate é importante para o campo da psicologia em Rondônia.

Fonte: Chagas Pereira

Mais Sobre Cultura

Festa de aniversário de Porto Velho terá quatro atrações artísticas

Festa de aniversário de Porto Velho terá quatro atrações artísticas

O evento é promovido pela Prefeitura, por intermédio da FunculturalQuatro atrações artísticas marcarão a festa de aniversário de Porto Velho nesta qui

PORTO VELHO: OFICINA DE FÉRIAS "BRINCANDO E ATUANDO" COM O ATOR E DIRETOR EULES LYCAON

PORTO VELHO: OFICINA DE FÉRIAS "BRINCANDO E ATUANDO" COM O ATOR E DIRETOR EULES LYCAON

No período de 14 a 19 de janeiro, acontece no espaço Oficina de Teatro Porto Velho, a oficina de férias “Brincando e Atuando – Um experimento teatra

CANTATA DE NATAL COM CORAL DA ENERGIA SUSTENTÁVEL DO BRASIL DESPERTA EMOÇÃO NO PÚBLICO

CANTATA DE NATAL COM CORAL DA ENERGIA SUSTENTÁVEL DO BRASIL DESPERTA EMOÇÃO NO PÚBLICO

Coral da Empresa se apresentou em Porto Velho e em Nova Mutum ParanáPara celebrar a chegada do Natal, o espírito de união e solidariedade, o Coral d

Arqueólogos trabalham na praça da Madeira-Mamoré

Arqueólogos trabalham na praça da Madeira-Mamoré

Arqueólogos estão trabalhando na praça da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré em busca de vestígios da época da construção da ferrovia, há mais de 100 a