Porto Velho (RO) domingo, 17 de janeiro de 2021
×
Gente de Opinião

Cultura

Encontro debate psicologia e mediação


Numa iniciativa conjunta da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia e do Conselho Regional de Psicologia (Seccional Rondônia), foi realizado ontem, no auditório da Ulbra, em Porto Velho, o encontro estadual que discutiu os temas "Medidas sócio-educativas de internação", com palestras ministradas pelas psicólogas Amanda de Souza Oliveira Cabral, especialista em violência doméstica contra criança e adolescente pelo Laboratório da Criança da Universidade de São Paulo que atua na Promotoria da Infância e Juventude no Ministério Público de Porto Velho, e Denise Toffani, especialista em Psicologia Jurídica, atua no Tribunal de Justiça de Rondônia há mais de dez anos na Justiça da Infância e Juventude, e "Psicologia e Mediação", coordenado pela psicóloga Gisele Câmara Groeninga e pelo advogado Helder Hisler.

Gisele Groeninga é Psicanalista pelo Instituto Sedes Sapientae e Instituto da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo e Mestranda em Direito Civil pela USP, enquanto Helder Hisler é advogado especialista e Direito Constitucional pela Universidade de Taubaté em São Paulo, Mestrado em Ciências Políticas pela Escola Superior de Guerra, Doutorando em Direitos Fundamentais pela Universidade Carlos III, de Madri. O encontro, segundo a psicóloga Fátima Queiroga, coordenadora estadual do Núcleo da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia (Abep) em Rondônia, tem como meta elaborar propostas que serão apresentadas e defendidas por ocasião do I Encontro de Psicologia e Mediação, previsto para o período de 7 a 9 de deste mês de dezembro, em Brasília. Fátima Queiroga informou que o Núcleo da Abep foi implantado em agosto deste ano, sendo este encontro o primeiro evento promovido pela entidade no estado.

O coordenador geral da Seccional do Conselho Regional de Psicologia, Zeno Germano, informou que as preliminares do I Encontro de Psicologia e Mediação estão sendo realizadas em nível nacional. "Essa iniciativa tem o apoio do Ministério da Justiça, que reconhece que o psicólogo deve participar de todo esse processo de mediação e conciliação, que é uma área nova na psicologia", salientou o coordenador, acrescentando que esse debate é importante para o campo da psicologia em Rondônia.

Fonte: Chagas Pereira

Mais Sobre Cultura

Podcast PPKast discute arte na pandemia

Podcast PPKast discute arte na pandemia

Na próxima sexta-feira, dia 15 de janeiro, o PPKast - podcast portovelhense produzido e apresentado por mulheres, discute os desafios de produzir arte

Trabalhadores da cultura que não receberam auxílio pela Lei Aldir Blanc são convocados a atualizar dados pessoais

Trabalhadores da cultura que não receberam auxílio pela Lei Aldir Blanc são convocados a atualizar dados pessoais

Na expectativa de atender o mais rápido possível os profissionais da cultura e arte, o Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual da J

Cantora amazonense Gabi Farias lança videoclipe da faixa “Só”

Cantora amazonense Gabi Farias lança videoclipe da faixa “Só”

"Só" não é sobre ser sozinho, é sobre se ver. E foi assim que em meio a tantas reflexões e incertezas, Gabi Farias chegou em um ponto de reinvenção. O

Recurso emergencial referente a Lei Aldir Blanc vai beneficiar cerca de 400 trabalhadores do segmento cultural em Rondônia

Recurso emergencial referente a Lei Aldir Blanc vai beneficiar cerca de 400 trabalhadores do segmento cultural em Rondônia

Com a chegada do recurso emergencial avaliado em R$ 18 milhões, através da Lei Federal Aldir Blanc, n° 14.017 , o Governo de Rondônia, por meio da Sup