Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Cultura

Conferência nacional pretende construir novo plano de educação para o Brasil


 
Com participação da sociedade, o Ministério da Educação pretende construir, a partir dos debates de políticas que envolvem todas as modalidades de ensino, um novo Plano Nacional de Educação (PNE), com metas a ser cumpridas no prazo de 10 anos.

Os debates ocorrerão na Conferência Nacional de Educação (Conae), em 2010, mas hoje pela manhã, no auditório do MEC, o ministro da Educação, Fernando Haddad e o coordenador da Conae, Francisco das Chagas Fernandes, iniciaram, com o lançamento da Conferência, as bases para a discussão nos Estados, Distrito Federal e municípios.

Aos participantes foi distribuído o documento-referência da Conae, cujo tema central é “Construindo o Sistema Nacional Articulado de Educação – O Plano Nacional de Educação, Diretrizes e Estratégias de Ação”. O documento está estruturado em seis eixos temáticos que nortearão os debates.

Os eixos são Papel do Estado na garantia do direito à educação de qualidade: organização e regulação da educação nacional; Qualidade da educação, gestão democrática e avaliação; Democratização do acesso, permanência e sucesso escolar; Formação e valorização dos trabalhadores em educação; Financiamento da Educação e Controle Social; e Justiça Social, educação e trabalho: inclusão, diversidade e igualdade.

“Até 2010 serão realizadas conferências preparatórias nos Estados e municípios, com a participação dos setores da sociedade civil e dos governos envolvidos com todas as etapas e níveis da educação. Queremos que a sociedade se mobilize, queremos que ela incorpore a educação como um valor essencial para a democracia e para o desenvolvimento do Brasil”, disse a senadora Fátima Cleide (PT-RO), integrante da Comissão Organizadora da Conae.

Segundo o ministro Fernando Haddad, a Conae terá a responsabilidade de fazer um balanço do atual PNE, dos oito anos de governo e de descortinar as perspectivas educacionais de 2011 a 2020. Para o ministro, as discussões podem orientar o país na busca de patamares mais elevados de financiamento. “Entre 2005 e 2007, já passamos de 3,7% para 4,7% do PIB em investimentos públicos”, afirmou.

Francisco das Chagas disse que o tema central da Conae está relacionado a questões do dia-a-dia da escola. “O tema é macro, mas quando falamos em transporte escolar, em merenda, esses assuntos têm a ver com o regime de colaboração”, explicou.

Fonte: Mara Paraguassu

Mais Sobre Cultura

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

ASFALTÃO PLANEJA AÇÕES ATÉ O CARNAVAL 2019

Com bastante antecedência e foco no cumprimento de sua missão, a Escola de Samba Asfaltão realizou no ultimo dia 16 de março, seu Planejamento Estraté

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

Espetáculo ÌFÉ estreia neste sábado inspirado em figura religiosa histórica de Porto Velho

O espetáculo ÍFÈ, da Companhia Beradera de Teatro, estreia neste sábado (23), às 20h, em Porto Velho e tem como inspiração a história de importante fi

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Nossos agradecimentos em sol maior para todos e todas que fizeram o Canta Mulher 2019

Sonhos de MarçoPorto de sons e sonhos...Em marçouma paisagem sonorade cantos...um cenário a partecenas se repartem ese juntam em melodiasdiferentesDe

FERROVIÁRIOS ELEGEM NOVA EXECUTIVA SOB PROMESSA GOVERNAMENTAL BOTAR O TREM PRA ANDAR

FERROVIÁRIOS ELEGEM NOVA EXECUTIVA SOB PROMESSA GOVERNAMENTAL BOTAR O TREM PRA ANDAR

Porto Velho, RONDÔNIA - Ainda sem local adequado para se instalar e funcionar como em décadas atrás, a nova diretoria da Associação dos Ferroviári