Porto Velho (RO) segunda-feira, 17 de junho de 2019
×
Gente de Opinião

Vinício Carrilho

Voz Doce de Leite - Por Vinício Martinez


    Minas tem muita coisa diferente.
    O sotaque é diferente.
    Há gente diferente.
    Que te leva passear, comer e rir.
    Há um carinho por quem não é de lá.
    E, claro, não faltam caminhos.
    Sempre foi assim comigo.
    Só não sabe quem não comeu goiabada com queijo.
    O pão de queijo com café, nem se fale.
    Lembro até hoje a briga que foi ter meu doce de leite.
    Ganhei e quase não levei.
    Eu acho que todo mundo sabe disso, até o Milton Nascimento.
    Se Minas não fosse boa – ou bom, tanto faz –, Tiradentes não teria vergado por lá.
    E tenho certeza de que comeu muito doce de leite.
    Também ouviu muitas histórias.
    Mas, duvido que tenha ouvido uma voz doce de leite.
    Eu ouvi, hoje, agorinha, e não há nada mais doce pra te fazer sonhar e dormir.
    Existe uma Água Branca, para além de Ouro Preto.
    Mas, só existe uma voz doce de leite.
    E te juro, é tão açucarada que você derrete.
    E é o único doce de leite que só faz bem, não engorda, não gera nada, a não ser a vontade de ouvir mais.
    Tá aí, você conhece o Uai e o Trem, mas voz doce de leite eu garanto que não.
    Eu ouvi hoje...
    Sabe do que mais?
Ouvi de novo, pra dormir.
    E vou dormir feito criança-miúda, com puro afeto.
    Porque é meu doce predileto.
    Mais ainda sabendo que nomeei uma voz doce de leite.
    Sabe, tô feliz. Nomeei uma voz: doce de leite.
    Você só saberá quando fizer, provar, ou compartilhar com alguém algo doce, sem ser agridoce de mais.
    Hoje vou me lambuzar.
    Não com o doce de leite, porque não tenho a mão, mas com a voz.
    Pronto. Falei.
    Se não entendeu ainda, pergunte lá como é o malemolengo de baianeira.
    Só tem uma explicação, que não vou passar aqui...

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Vinício Carrilho

A POLÍTICA (do) SURREAL

A POLÍTICA (do) SURREAL

A Constituição Federal de 1988 tem o escopo de uma Carta Política, isto é, tem por pressupostos a Justiça Social e o Direito Democrático

Transmutação ou negativação da CF/88

Transmutação ou negativação da CF/88

O Objeto Negativo da CF88 também revela o recrudescimento da exclusão social e cultural

A Política constrói a luta pelo Direito

A Política constrói a luta pelo Direito

Um conjunto de slides, foi apresentado em Aracati/Ceará, numa palestra para cursos de Direito, Letras, Pedagogia e Serviço Social. Por iniciativa do N

O FASCISMO CRESCE ONDE TERMINA A POLÍTICA

O FASCISMO CRESCE ONDE TERMINA A POLÍTICA

Mas, qual é o direito que vem do berço?