Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Primeira Mão - 21/09/10



Primeira Mão - 21/09/10 - Gente de Opinião
PARA OS ESTADOS RICOS, CADA VEZ MAIS.

E AOS MAIS POBRES, CADA VEZ MENOS 

As enormes diferenças entre o Brasil-continente se acentua cada vez que o IBGE anuncia novo levantamento. Um deles dá a dimensão da enorme diferença de renda e de qualidade de vida entre os brasileiros do sul e sudeste com os do norte e nordeste. Enquanto nos estados ricos do sudeste – São Paulo, Minas, Rio e os três do sul - têm quase 82% das habitações com abastecimento de água, esgot0 sanitário e lixo coletado, nas duas regiões mais pobres os números são ainda terríveis. No norte, por exemplo, apenas 13,7% das residências têm esses serviços. O nordeste está um pouco melhor: tem 37%. Mas a verdade é que a concentração de renda nos estados ricos e os investimentos dos governos, durante décadas e décadas, sempre em direção a quem tem mais, deixa as regiões mais pobres do país num terceiríssimo plano.

No caso de Rondônia, especificamente, houve uma melhoria em relação à situação de anos atrás, mas até os grandes investimentos anunciados para sua Capital, em relação à implantação de 100% de abastecimento de água e esgoto, esbarram em questões burocráticas e legais, não saindo do lugar. É sempre assim com os mais pobres. O TCU, que libera praticamente todas as obras em regiões ricas, quando se trata dos mais necessitados, sempre encontra “indícios” de irregularidades. Nos gabinetes refrigerados a ar, onde poucos saem para conhecer as verdadeiras necessidades do brasileiro pobre, a tendência é sempre favorecer quem tem mais. Vê-se, portanto, que pelo menos nesse quesito, o discurso é bem diferente da realidade.

 

 

 NOVOS ENCONTROS

Depois de terem participado ontem à noite do debate na TV Candelária/Record, transmitido ao vivo e via satélite para todo o Estado, os cinco candidatos ao Governo do Estado vão estar juntos outras vezes, antes de 3 de outubro. Se houver segundo turno, as participações ficarão restritas a apenas dois nomes.

“AMIGUINHOS”

No próximo dia 28, uma terça-feira, por exemplo, todos os cinco vão se encontrar duas vezes no mesmo dia. Pela manhã, estarão na sede da OAB, em Porto Velho, para apresentar suas posições sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. À noite, participam do último debate antes da eleição, na TV Rondônia. Vão acabar ficando amiguinhos, de tanto se reunir!

DIA DE DECISÃO

As próximas 24 horas serão de angústia e espera para o candidato ao governo, Expedito Júnior, seus amigos, simpatizantes e eleitores. É que nesta quarta, o Supremo Tribunal de Justiça do país vai decidir se a Lei Ficha vale para esta eleição e se tem poder retroativo. Expedito depende dessa decisão para continuar sua campanha.

EM DEFESA DA LEI

Embora alguns mais afoitos queiram ignorar a Constituição, ouve-se que a tendência do STF é defender a Lei Magna, decidindo que a Lei só valerá para a próxima eleição. Os ministros, no caso de Expedito, terão que decidir também outro ataque à Constituição: a que diz que um brasileiro não pode ser condenado duas vezes pelo mesmo motivo. E é isso que muita gente está querendo.

TENSÃO E EXPECTATIVA

A decisão sobre a Lei Ficha Limpa vai definir algumas centenas de candidaturas país afora, que estão ainda sem o aval da Justiça Eleitoral. Há, pelo Brasil afora, muito tensão e expectativa em vários comitês. O futuro dos candidatos, bons de voto – como é o caso de Expedito – dependerá do que o STF disser nesta quarta.

VEZ DE VALVERDE

Como já fez em outras datas com os candidatos ao Governo do Estado, o Sinduscon-RO, presidido pelo empresário Chagas Neto, recebe na manhã desta terça, em sua sede, mais um postulante ao Palácio Presidente Vargas. A partir das 8h30, empresários do setor da construção civil vão ouvir o candidato do PT ao governo, Eduardo Valverde.

TEMAS DO SETOR

Na pauta do encontro, temas iguais as tratados com João Cahulla, Expedito Júnior e Confúcio Moura, que já participaram das reuniões do Sinduscon-RO, para falar sobre suas propostas e projetos: a construção civil e, com destaque, a geração de empregos e qualificação da mão de obra, em todo o Estado. O Sinduscon é o maior sindicato patronal de Rondônia.

TRISTE REGISTRO

Rondônia está entre os 15 estados mais violentos do Brasil. A matança de jovens, principalmente, não é uma tragédia local. Ela é nacional. A violência cresce célere e em pouco tempo estará matando mais que as doenças cardíacas, os derrames cerebrais e até que o trânsito. E nada vai mudar, enquanto a lei estiver ao lado de criminosos e não em defesa da sociedade.

BICO FECHADO

Por falar nisso, Dilma Rousseff está prestes a ganhar a eleição no primeiro turno. E não disse, até agora, nenhuma palavra sobre mudanças no Código Penal. Para ela – e também para José Serra e Marina Silva, que ignoram o assunto – está bom do jeito que está.


 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Sergio Pires  - ibanezpvh@yahoo.com.br
 
Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube / Turismo   /  Imagens da História


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Energisa nega cortes ilegais + CPI: os eleitores vão apoiar ou não? + Dona Raquel ataca Rondônia

Energisa nega cortes ilegais + CPI: os eleitores vão apoiar ou não? + Dona Raquel ataca Rondônia

ENERGISA NEGA CORTES ILEGAIS. FIM DO  ABASTECIMENTO É SÓ PARA QUEM FAZ “GATO”A Energisa dá sua versão. Muito criticada, a empresa que comprou a Ceron

Mentir para atingir a família do presidente: é correto ou um ato sem ética de parte do jornalismo decadente?

Mentir para atingir a família do presidente: é correto ou um ato sem ética de parte do jornalismo decadente?

MENTIR PARA ATINGIR A FAMÍLIA DO PRESIDENTE: É CORRETO OU UM ATO SEM ÉTICA DE PARTE DO JORNALISMO DECADENTE?Vamos criar uma situação hipotética. Um j