Porto Velho (RO) sexta-feira, 20 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Sergio Pires

Opinião de Primeira - 13/12/13



AS CONSEQUÊNCIAS DA DECISÃO DA COMISSÃO PROCESSANTE

Quais as consequências da decisão da Comissão Processante da Assembleia de livrar todos os denunciados na Apocalipse da cassação? Perante a opinião pública,  o prejuízo corre o risco de ser grande, mesmo que o povo saiba que alguns dos denunciados não mereceriam tal pena. O fato de livrar inclusive a deputada Ana da Oito, sobre quem pairavam as maiores certezas de que ela perderia o mandato, certamente trará repercussões políticas sérias. O eleitor esperava que alguma medida mais dura fosse tomada. Muitos deputados também pensavam assim, até para salvaguardar a Assembleia Legislativa como instituição. Mas, ao aplicar apenas penalidades leves nos casos mais graves (embora no geral tenha sido feita a Justiça), o relatório do deputado Luiz Cláudio vai pesar, no ano que vem, quando muitos dos atuais parlamentares procurarem um novo mandato. A massa não quer saber de rituais e requisitos legais. Quer é a cabeça de alguém. Como não lhe foi oferecida nenhuma cabeça na bandeja, o risco é da injustiça, ou seja, de que a decisão acabe prejudicando a todos, quando 2014 vier.

O que fazer, a essas alturas do campeonato? Há que se explicar o porquê das decisões, caso a caso. A situação do presidente Hermínio Coelho ficou muito clara, desde o começo. Foi justa a decisão de arquivar o processo contra ele. Nos  demais casos, com exceção de Ana da Oito e Adriano Boiadeiro, também haveriam explicações que pudessem amenizar as duras críticas que virão. Mas a punição zero custará caro ao parlamento? Há menos de um ano ainda de mandato para os atuais ocupantes das 24 cadeiras da ALE. Todos terão que se desdobrar, trabalhar duro e sério, fazer o dobro, para tentar provar que essa legislatura é diferente de outras.  Se essa estratégia não der certo, poucos retornarão ao nosso parlamento em 2015.

NÃO É FÁCIL!

Tem razão o deputado Luiz Cláudio, que, ao apresentar seu relatório e em entrevistas à mídia, disse que essa foi a mais espinhosa missão que já teve na sua vida pública. "Não é fácil julgar nossos iguais. Quem está de fora não sabe o que é isso", confessou, com humildade e transparência. A questão, contudo, complica-se pelo envolvimento de políticos no episódio. O povo, que elege, é o que mais exige punições. Quando elas não acontecem, o clima esquenta, seja justo ou não.

É CANDIDATO

Há algum tempo se ouve que o ex-prefeito Roberto Sobrinho está voltando à vida pública. Sobrinho tem seu eleitorado fiel e, apesar de denunciado, criticado e até execrado por autoridades do Ministério Público e do Judiciário, a verdade é que um ano depois de tudo o que aconteceu, não houve qualquer condenação contra ele. Além disso, os percalços da administração Mauro Nazif,  recolocaram Sobrinho no pensamento dos porto velhenses. Ele anda sonhando com uma vaga de deputado federal.

CUTUCANDO A ONÇA

O deputado Moreira Mendes adora cutucar onça com vara curta. Principalmente quando a onça é vermelha e tem uma estrela na testa. Pois Moreira pediu, de novo, na comissão de agricultura da Câmara Federal, uma total mudança de rumos dos órgãos ligados às questões agrárias. Principalmente o Incra. Terra dominada por petistas, os organismos agrários trabalham menos pelos interesses do país e mais pelas ideologias partidárias. Mexer ali é mexer num abelheiro. Moreira não tem medo e discursa exigindo seriedade.

BUROCRACIA INFERNAL

Pra que facilitar se a gente pode complicar? A Secretaria de Fazenda da Prefeitura de Porto  Velho piorou, via burocracia exagerada, o atendimento ao cidadão. Notas fiscais avulsas, por exemplo, que sempre significaram um bom faturamento para os cofres municipais, via ISS (imposto sobre serviços), agora se tornaram mais difíceis. Antes, havia filas, mas as coisas funcionavam. Agora, parece que a estrutura foi criada para que o contribuinte desista de enfrentar tanta burocracia. Infernal!

ENCONTRO DO MAL

O Shopping Itaquera esperava um faturamento recorde no último sábado. Não teve. Pelo menos seis mil jovens  o invadiram, depois de marcar encontro pela net. Apenas para badernar. E, eventualmente, alguns deles roubarem algumas lojas. É esse o retrato do Brasil atual. Muitos jovens que não se reúnem para o bem. Saem para fazer maldades. Os lojistas, que têm empregados, que pagam impostos vultosos e alugueis  estratosféricos, tiveram grande prejuízo. Os governantes, como sempre, lavaram as mãos...

SEBRAE OMISSO

A crise no Sebrae ainda vai longe. Tem tanta gente enrolada que o a linha recém começou a ser desenrolada. Era pedra cantada. Como o nome da Operação policial que desarticulou o esquema no Sebrae, o órgão tinha se transformado num verdadeiro feudo. Poucos usufruíam, poucos mandavam, poucos enchiam os bolsos. O Sebrae nacional também tem que dar explicações. Sabia do problema há muito tempo e jamais tomou providências. Várias denúncias feitas foram ignoradas. órgão, em nível nacional, foi, no mínimo omisso.

PERGUNTINHA

Alguém  aí pode explicar por que Raul Castro, presidente de Cuba, país que tem presos políticos - dois deles morreram em greve de fome no ano passado - foi ao velório de Nelson Mandela e ainda discursou sobre liberdade e justiça?


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Sergio Pires

Campanha Denorex + Dívidas da Santo Antônio Energia + Raniery Coelho reeleito

Campanha Denorex + Dívidas da Santo Antônio Energia + Raniery Coelho reeleito

UMA CAMPANHA DENOREX: SÓ PARECE, MAS NÃO É! ELEIÇÃO EM RONDÔNIA TERÁ AINDA GRANDES SURPRESASOs que não são mais tão jovens, não esquecem do comercia

PL tem dois candidatos ao senado + O PAC não morreu + Atestados médicos falsos

PL tem dois candidatos ao senado + O PAC não morreu + Atestados médicos falsos

PSB CONFIRMA VINICIUS MIGUEL COMO SEU NOME PARA SER A TERCEIRA VIA NA DISPUTA AO GOVERNOPrimeiro, no Instagram do próprio candidato. Depois, na pro

Vulnerabilidade das urnas eletrônicas + Dragagem no Madeira + Salvação da pecuária

Vulnerabilidade das urnas eletrônicas + Dragagem no Madeira + Salvação da pecuária

URNAS ELETRÔNICAS: HÁ TRÊS ANOS E MEIO, PERITOS DA PF APONTAVAM VÁRIAS FORMAS DE INVADIR O SISTEMA E PEDIAM O VOTO IMPRESSO          Na verdade, o

O terror contra as mulheres + Governador fala da rondônia Rural Show + Jaru comemora com a Fimca

O terror contra as mulheres + Governador fala da rondônia Rural Show + Jaru comemora com a Fimca

O TERROR CONTRA AS MULHERES EM NÚMEROS: UM ASSASSINATO A CADA SETE HORAS E UM ESTUPRO A CADA DEZ MINUTOS          Não dá mais para empurrar com a b