Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Paulo Saldanha

Esquerda Volver!


 

Se os homens são puros, as leis são desnecessárias; se os homens são corruptos, as leis são inúteis.” ―Thomas Jefferson
 

Meu Deus, meu Deus, onde estás que não respondes? Castro Alves que me perdoe a descrença e recorra a um dos seus versos para justificar. É que venho guardando uma dúvida atroz ao assistir aos programas eleitorais atualmente depauperados, sem criatividade, repetitivos, já não despertam interesse. Ou será que envelheci e desacreditei dos homens públicos?

Vejo, por exemplo, uma ex-parlamentar, com seu pai agarrado nas tetas petistas; e ela, isolada num projeto que muitos crêem ultrapassado, após ser gerado nas entranhas da União Soviética, filosofia suicida que acabou morrendo de inanição, quando foi substituída por uma nova que aplaude o capitalismo. Vi um programa de um partido fundamentalista, cujo eterno candidato à Presidência é o mesmo há várias eleições.

Na sua visão doutrinária, o naipe daqueles seus projetos de fazer política seria obsoleto se não fosse tosco, posto que se misturam a descrença, o ódio com os recalques, inspirados naquilo que é considerado “PROGRESSISTA”, mas que se exauriu perante a história da humanidade por ser atrasado, impondo a quem não os professa a pecha de integrante de uma elite retrógrada, antiga e absolutamente conservadora.

Na verdade, para a esquerda radical apenas a doutrina por ela professada é divina! O resto não presta! É coisa do demo! Para mim, o que se deve repudiar, independente da cor partidária, é a corrupção, o despreparo e a indecência no gerenciamento da coisa pública.

E ai surgem as minhas dúvidas, relativamente à esquerda. Será progressista uma gestão que paga US-35,00 dólares a médicos, em Cuba? Que mantém por dezenas e dezenas de anos uma gestão que comanda um País, sem renovação de líderes, conforme recomenda a boa democracia? Que se propõe a se estruturar sob uma economia controlada, via estatização do sistema financeiro, ruptura com o FMI? Que diz não ao pagamento da dívida externa? Que dizia não a ALCA? Mas aceitou candidamente agora abraçar os EEUU.

No Brasil até hoje tem partidos políticos desejando promover auditoria da dívida externa e da dívida interna, desmontagem e anulação da dívida interna com os bancos e, ainda, implantar o controle de câmbio e de capitais... Nem a China faz mais isso...

No caso nosso de cada dia, há um viés que propõe um plano econômico alternativo, expropriação das grandes corporações e reestatização das empresas privatizadas; pelo monopólio do comércio exterior; reajuste mensal de salários; salário mínimo do Dieese e congelamento dos preços, tarifas e mensalidades escolares; reforma agrária sob controle dos trabalhadores. Muito blá,blá, blá...

E as minhas dúvidas me remetem para a esquerda alemã, espanhola, portuguesa e italiana, que se sustentam em teses opostas àquelas que aqueles políticos tupiniquins radicalmente defendem. Lá já não expropriam empresas, nem estatizam bancos, não rompem com o FMI, muito menos deixam de honrar compromissos, ainda que recorram ao EURO BANK ou equivalente e o câmbio seja flutuante. Enfim, lá para os PROGRESSISTAS da hora, a economia é livre e não há monopólio do comércio exterior que é franqueado ao capital aberto.

Contudo, com a desintegração da União Soviética, em 1991, Cuba provou que o comunismo ideal é aquele que se eterniza enquanto durar o dinheiro alheio, e passou a enfrentar diversos problemas econômicos e sociais. Mas, intolerante contra protestos, mataram, prenderam (e arrebentaram) cidadãos que ousaram criticar o sistema e o status quo.

Lá nos últimos anos, visando reverter a situação, Cuba passou a estimular investimentos estrangeiros (de forma moderada), promoveu a aproximação com a Venezuela, já em crise, (esse país lhe fornece 100 mil barris de petróleo diários com preços inferiores) e incentiva o turismo, que é proporcionado em virtude das belezas naturais da ilha.

Principais produtos exportados: açúcar, tabaco, níquel, café, medicamentos, frutas cítricas.

Principais produtos importados: máquinas, petróleo, alimentos e produtos químicos.

Em julho de 2006, em razão de um problema de saúde, o radical e extremista líder Fidel Castro, após 49 anos no poder, foi afastado da presidência nacional. Seu irmão, Raúl Castro, que participou da revolução cubana, assumiu o cargo de presidente, mas Fidel continua como líder do Estado cubano, como se aquela Nação fosse uma confraria fraternal. São falsos donatários e a sucessão passa de irmão para irmão. Durante o novo governo, foi liberada a aquisição de computadores; no entanto, o uso da internet é restrito. Outra medida foi o acesso a celulares, contudo, o serviço é muito caro, sendo inacessível à maioria da população.

Vale perguntar que esquerda doentia é essa? 1)-Por quê, após o golpe chamado de revolucionário, um bando, que se vale do terrorismo, sabotagem, sequestro, atentados, justiçamentos, roubos, assaltos a bancos e a supermercados e parte para a luta armada, sob o argumento de que precisa democratizar a nação, jamais devolve o poder tomado, através de eleições livrese democráticas para que o povo possa escolher seus novos líderes. E se apossam do mando, eternizam-se nos cargos e aparelham o Estado... desfrutam das delícias desse jogo e se fecham em copa, inibindo o surgimento de novos líderes? 2)-Por quê, com fúria assassina, para dominar a sociedade se valem da traição estimulada, da delação não premiada, das prisões adrede arranjadas, da censura amplificada, da calúnia estimulada e da negação da liberdade antes tão divulgada.

Até parece que a mentira é o jogo tático, o escárnio, a técnica desenvolvida, a retórica ultrajada o meio para se chegar ao gerenciamento do país, escola que tentam fazer triunfar nesta América latina através dos pobres de espírito.

Esquerda, Centro ou Direita para que? se o meu sonho (e de milhões), é proteger o Brasil contra esses bandidos, contra essa quadrilha que tomou conta dos seus destinos. Provisoriamente...

“O preço da liberdade é a eterna vigilância”... Frase atribuída a Thomas Jefferson, terceiro presidente dos EEUU. Por isso, fiquemos alertas, bastante atentos, pois tem radicais demais para o meu gosto estimulando a luta armada como forma de se agarrar nas tetas do poder, para manter seus privilégios e alcançar seus macabros objetivos de domínio sobre uma nação que nasceu para ser livre e altaneira, porém sem conchavos, mensalões, petrolões, eletrolões, fundolões previdenciários, e outros LÕES que se incrustaram na alça nacional, alguns já descobertos e outros, bem outros, que nem percebidos ainda foram...

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Paulo Saldanha

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Os principais e os coadjuvantes

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Os principais e os coadjuvantes

                      Aqueles que pensam que sozinhos são heróis, tomem tento! Sem o apoio, força, pensamento e ações de terceiros jamais chegariam

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Eu não sabia, mas até em Roma Bolsonaro tocou fogo

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Eu não sabia, mas até em Roma Bolsonaro tocou fogo

Não quero ser dramático, mas esse Macron, um boneco enfeitado, regido por sua mulher-presidente, um fantoche que morto não fará falta, anda tumultua

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Dois Homens “Brabos”

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Dois Homens “Brabos”

Eurácio Torito e Artuzin Pedregoso são dois homens valentes e desconheço macho mais macho que esses dois! Então de frente para um prato de comi

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES: A Família

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES: A Família

A Família, considerada célula mater - nem poderia deixar de ser -, é primordial como agente de socialização dos filhos gerados e também o principal