Porto Velho (RO) domingo, 20 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Paulo Saldanha

Em San Joaquim, Bolívia, os OVNI’s aparecem Crônicas Guajaramirenses


 
Quando jovem, rumando em direção a cidade de Trinidad, aonde a seleção de futebol de Guajará-Mirim iria jogar, o nosso avião aterrizou em San Joaquin, cidade também boliviana, onde, por parte da avó materna, tenho parentes. É cidade antiga, fundada pelos jesuítas em 1709.

Quando o comércio multilateral se concentrava em Guajará-Mirim era aqui que a localidade citada buscava solucionar suas demandas por mercadorias industrializadas. Hoje, através do rio Machupo adquire muita coisa na cidade de Costa Marques, no rio Guaporé.Em San Joaquim, Bolívia, os OVNI’s aparecem Crônicas Guajaramirenses - Gente de Opinião

Mas, o que desejo dizer é que, em San Joaquin, –todos, é claro, desconhecem o motivo– tem sido visitada, por tantas e tantas vezes, pelos OVNIs.

Um dos meus primos, fazendeiro de San Joaquin, contou-me que, num primeiro de janeiro dos anos 90, enquanto a família enorme se preparava para a ceia comemorativa, eis que uma luz desconhecida, com intensidade muito forte, modificando os seus matizes, parecendo não ser deste planeta –jamais a tinham observado– passou a sobrevoar a sua estância, fazendo evoluções, e assustando os empregados, os seus familiares e os animais.

Para se ter uma idéia, os cavalos e éguas alucinados passaram a relinchar e pisoteavam nas cocheiras, arrombaram-nas, galopando a esmo pelas padrarias; as galinhas e os galos ensandecidos cantaram quando no horário deveriam estar dormindo.

Foi ai que Torito, o netinho do meu parente, com seus 6 anos, na época, resolveu participar e afirmou?

–Tio, meu coração bateu forte e minha avó passou mal, desmaiando.

–Verdade, mi pariente, minha sogra teve uma taquicardia e acabou desmaiando. Torito ficou bastante assustado.

Há cerca de 10 dias, recebi uma prima muito querida que me relatou o seguinte:

–Num dos festejos da cidade, no dia 24 de junho de 1981, mais ou menos às 19 horas, todos os habitantes que convergiam para a Praça principal, viram no céu já escuro muitos objetos, num frenético movimento, no instante em que luzes intensas de diversas nuances acendiam e apagavam de forma intermitente.

E continuou:

–Era uma concentração de mais de 10 UFOS, permanecendo sobre o céu “juaquiniano”. Quase meia hora depois, sumiram numa rapidez desconcertante. Mais tarde um deles retornou e ficou fazendo novas aparições por sobre a localidade, até que foi embora.

Essas máquinas siderais fazem movimentos ultra rápidos, avançam, retrocedem, baixam numa velocidade tal e ascendem a altitudes estratosféricas, mudando o curso e retornando para extasiar ou amedrontar os pobres mortais.

Ela, essa prima tão querida e o marido me adiantaram que os festejos foram adiados e em toda a região não se falou sobre outra coisa...

Agora se sabe que esses OVNIs existem e ficam nos observando no rio Guaporé (onde foram vistos) e nesta fronteira, pois, inclusive na cidade de GuayaraMerin, Beni, Bolívia, já foram percebidos várias vezes.

Apesar desses relatos serem recolhidos de pessoas comprometidas com a seriedade, não me surpreenderei se daqui há pouco aparecerem indivíduos dizendo que foram abduzidas por seres extra-terrestres...

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Paulo Saldanha

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Os principais e os coadjuvantes

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Os principais e os coadjuvantes

                      Aqueles que pensam que sozinhos são heróis, tomem tento! Sem o apoio, força, pensamento e ações de terceiros jamais chegariam

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Eu não sabia, mas até em Roma Bolsonaro tocou fogo

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Eu não sabia, mas até em Roma Bolsonaro tocou fogo

Não quero ser dramático, mas esse Macron, um boneco enfeitado, regido por sua mulher-presidente, um fantoche que morto não fará falta, anda tumultua

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Dois Homens “Brabos”

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES - Dois Homens “Brabos”

Eurácio Torito e Artuzin Pedregoso são dois homens valentes e desconheço macho mais macho que esses dois! Então de frente para um prato de comi

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES: A Família

CRÔNICAS GUAJARAMIRENSES: A Família

A Família, considerada célula mater - nem poderia deixar de ser -, é primordial como agente de socialização dos filhos gerados e também o principal