Porto Velho (RO) sábado, 18 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Henrique Nascimento

Muito mais vida, eterna diva!



Aos 84 anos, ainda repleta de vitalidade, com seu raro talento e sua singular formosura (uma vez, em entrevista, ela disse, sempre bem humorada, inteligentíssima, que quase todos acham-na muito parecida com o pai, que era feio, consequentemente..., todavia, considera suas pernas o melhor que possui, mas não deve nem pode ficar mostrando...), não obstante na minha opinião ela sempre foi muito bonita, continua a mesma como nos anos mais recentes de um passado de glórias: cantando, interpretando, dirigindo. Talento e formosura amalgamados que foram num maravilhoso ser-mulher de múltiplas habilidades (atriz, cantora, diretora, instrumentista de piano e violino), em que sobressaem os estreitados olhos algo estrábicos, que lhe conferem um certo charme, e a  voz encantadora e bem modulada por exaustivo aperfeiçoamento. Única filha do grande ator João Procópio Ferreira, talentoso e feio, muitíssimo mais talentoso do que feio, e  Aída Isquierdo Ferreira, competente corista argentina, cantora e bailarina bela, belíssima.

Ainda que eu não tenha tido o privilégio que – ah!  apenas o público das grandes cidades com seus espaçosos teatros,  do chamado eixo Rio-São Paulo, e nas muitas vezes em que fui ao Rio não tive a alegria de vê-la no palco -  muitos milhares de brasileiros já tiveram e, os cariocas, estão tendo por estes dias de novembro a grata oportunidade de assistirem aos dois monumentais momentos da sua admirável performance artística, com a apresentação   dos dois espetáculos, no Teatro Rival: "BIBI vive AMÁLIA" (Amália Rodrigues, 1920-1999, famosa cantora portuguesa de fados), e BIBI canta e conta PIAF (Edith Piaf, 1915-1963, célebre cantora francesa).

Devem-lhe muito,  de certo,  as mídias do Brasil, país que sabemos não cultiva a memória dos nossos maravilhosos artistas, devem sim, repito - muito mais em vida, como agora, do que quando ela deixar o convívio dos seus familiares, colegas, amigos, admiradores, em suma, do povo brasileiro, mas somente depois de generosamente centenária -,  enaltecer esta eterna e completa diva que é  Bibi Ferreira.

(Corte rápido para agradecer, mais uma vez, ao meu dileto amigo Chico Lemos, o competente  editor deste prestigiadíssimo site "Gentedeopiniao", que me indicou, faz alguns meses, o  imperdível "Blog do Jefferson", que foi onde li a notícia das duas mais recentes apresentações da insuperável Bibi Ferreira, atriz e cantora unanimente elogiada. Espaço virtual democrático e por isso diferente dos demais,  particularmente de um, que não aceita postar (conforme li na observação de visitante do referido blog) críticas dos internautas  dirigidas a si ou ao seu partido).

O titular do aludido "Blog do Jefferson", como sabemos amigo leitor, é o advogado criminal, ex-deputado federal e atual presidente do PTB (Partido Trabalhista Brasileiro, sua  única filiação e seu fiel defensor) Dr. Roberto Jefferson, e quem pronunciou aquela já histórica e imperativa frase..., que foi preventivamente atendida e executada  por S. Exa. presidente  Lula.

Oxalá, o  exemplo de Bibi Ferreira possa vir a estimular mentes e corações de tantos outros  "jovens" anciãos artistas  brasileiros, marginalizados ou não, assim  como a denominada população  da "terceira idade" a se aceitarem como são, idosos ou velhos, sem se importarem com os  eufemismos auto-comiserativos e limitadores, para buscarem  a necessária reciclagem daquilo que sabem fazer ou pensar, aprenderem  sempre que for possível,  movimentarem-se em exercícios físicos moderados e cuidados com a saúde,   interessarem-se pela leitura, etc. Crendo-se, pois, que  a alegria de viver e a busca da felicidade, apesar dos pesares e minimizadas a solidão e/ou a depressão, há de ser encontrada e usufruída, com fé no Criador, no Altíssimo,  assim como em si mesmo, e  cada vez mais estes movimentos individuais  voluntários e construtivos para o bem e para o alto, hão de alicerçar-nos  para uma vida melhor e para um novo amanhecer da velha e boa humanidade.

Viva Bibi Ferreira!

 

 

Fonte: h.nascimentomed@uol.com.br

 

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Henrique Nascimento

Senadora Heloisa Helena: competência, coragem, determinação

Senadora Heloisa Helena: competência, coragem, determinação

O ano de 2006 está chegando próximo do seu final.  O dia 13 de dezembro, o mesmo número que supersticiosos infundadamente receiam e que outros confian

A Praça e a iluminação natalina

A Praça e a iluminação natalina

Volto ainda uma vez ao tema: observador que sou, minimamente privilegiado, da praça que é do povo. Antes do elogiável trabalho de sua recuperação, pel

Ortotánasia

  A singular Resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovada por unanimidade dos conselheiros, no dia 09 de novembro pp, que autoriza ao médi

O 29 de outubro

O Brasil é pródigo em escolher e acolher efemérides próprias e estrangeiras. Talvez, por causa da índole do seu povo alegre, criativo, bonacheirão. No