Porto Velho (RO) sexta-feira, 30 de julho de 2021
×
Gente de Opinião

Francisco Matias

RONDÔNIA E O MÊS DE JULHO – PARTE I


 RONDÔNIA E O MÊS DE JULHO – PARTE I - Gente de Opinião

Foto tirada no início do povoamento de Porto Velho of the Madeira River,
nas comemorações do independence Day, em 4 de julho de 1907.

1.O processo histórico e socioeconômico do estado de Rondônia tem no mês de julho algumas de suas datas mais importantes para sua formação e desenvolvimento. Esta coluna tem por objetivo trazer estas datas, não apenas como efemérides, mas como marcos históricos do desbravamento das terras rondonianas, a começar pelo dia 4 de julho de 1907. Neste dia, nas barrancas do rio Madeira, em terras do município de Humaitá, AM, técnicos norte-americanos, funcionários do Sindicato Farqhuar, lançaram a pedra fundamental da Ferrovia Madeira-Mamoré, em comemoração ao Independence Day. Valendo-se do ensejo inauguram uma vila ferroviária que denominaram Porto Velho of the Madeira River. Esta vila ferroviária daria origem à cidade de Porto Velho.

2.Outro 4 de julho, relacionado às comemorações da independência dos EUA, à Madeira-Mamoré e à cidade de Porto Velho, deu-se em 1909, com a fundação do jornal The Porto Velho Times, publicado em inglês e destinado aos funcionários norte-americanos da empresa The Madeira-Mamoré Railway Company. Na vila ferroviária denominada Porto Velho of the Madeira River, era chamado apenas de Times, mas, na povoação que surgia agregada, com maioria de brasileiros, era chamado O Tempo. Por uma coincidência histórica, nesse dia desembarcaram no porto da Vila de Santo Antonio, o médico sanitarista Oswaldo Cruz e seu médico particular, Belizário Pena. Ambos teriam importante atuação no Hospital da Candelária.

3.O dia 12 de julho de 1928, ainda por influência da ferrovia, marca a data da criação do município matogrossense de Guajará Mirim, que seria instalado no dia 10 de abril do ano seguinte. No dia 30 de julho, a cidade de Guajará Mirim iria assistir outra solenidade, também ligada à ferrovia Madeira-Mamoré. Trata-se da partida do primeiro trem, que saiu da estação terminal Mamoré, e iria inaugurar a ferrovia com sua chegada à estação inicial Madeira, em Porto Velho, fato ocorrido no dia 1º. de agosto, considerando que a viagem de um extremo a outro da ferrovia era feita em 24 horas, com pernoite na estação intermediária do Abunã.

4.O ano de 1931 iria ser marcado por uma data das mais importantes vinculadas à ferrovia Madeira-Mamoré. Trata-se da nacionalização da empresa The Madeira-Mamoré Railway Company, com sede na cidade de Portland, estado do Oregon, EUA. No dia 10 de julho, por meio do decreto nº 20.200, o governo Vargas decide por nacionalizar a empresa e encampar seu sistema de transporte intermodal, tendo a ferrovia como fator principal. Nessa data, a Madeira-Mamoré deixava de ser uma empresa privada anglo-canadense para se tornar uma estatal brasileira, sob a direção geral do capitão Aluízio Pinheiro Ferreira. No dia 10 de julho de 1972, por decisão do governo federal no governo do presidente Emilio Garrastazu Médici, a ferrovia Madeira-Mamoré foi erradicada, após reforma do Tratado de Petrópolis, entre o Brasil e a Bolívia, ocorrida em 1965, no governo do presidente Humberto de Alencar Castelo Branco, e a criação do 5º. Batalhão de Engenharia de Construção, 5º BEC.

5. O mês de julho ofereceria outra data muito importante, desta vez no âmbito do estado de Rondônia, e refere-se à criação dos municípios de Cabixi, Nova Mamoré e São Miguel do Guaporé, no dia 16 de julho de 1988, na gestão do governador Jerônimo Santana. Cabixi tem como criador o deputado estadual Jô Yutaka Sato. Nova Mamoré, o deputado estadual Rigomero Agra e São Miguel do Guaporé, o deputado estadual Reditário Cassol. E assim, o mês de julho de 2016 passou com suas efemérides e datas políticas que moldaram o estado de Rondônia.

PS: Nesse dia 1º. de agosto de 2016, completam-se 104 da inauguração da ferrovia Madeira-Mamoré, com a chegada do primeiro trem a percorrer o trecho Guajará Mirim/Porto Velho.

Historiador e analista político*

Da Academia Rondoniense de Letras,ARL

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Francisco Matias

 O JANTAR DO CONDOR. O ALMOÇO DA ABRIL.  O HOSPITAL DO AMOR - Por Francisco Matias

O JANTAR DO CONDOR. O ALMOÇO DA ABRIL. O HOSPITAL DO AMOR - Por Francisco Matias

 Governador Confúcio Aires Moura, do estado de Rondônia   1.Novembro passou e dezembro entrou. O ano caminha para o seu final. Mas existe o risco de n

PORTO VELHO 103 ANOS - Por Francisco Matias

PORTO VELHO 103 ANOS - Por Francisco Matias

1.Hoje, dia 2 de outubro de 2017 completam-se 103 anos da criação do município de Porto Velho. Na manhã daquele 2 de outubro de 1914, no Palácio Rio N

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA - PARTE II

  1. Continuando com a série o Alto Madeira e a história, relatando a saga deste centenário em fase de adormecimento, este escriba lança novas matéria

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA- PARTE I

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA- PARTE I

    1. A propósito do anúncio publicado nas redes sociais dando conta de que o jornal ALTO MADEIRA vai encerrar suas atividades no final deste mês de