Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Francisco Matias

Os eleitos de 2010


                   

Por Francisco Matias(*)

1.As eleições 2010 em Rondônia serviram para eleger o governador e o vice, dois senadores, oito deputados federais e 24 estaduais. Neste ano, o estado realizou sua oitava eleição para preencher cargos na representatividade federal – senadores e deputados federais - e na Assembleia Legislativa. Para governador e vice, as eleições de outubro marcaram a 11ª., tendo em vista a realização de segundo turno em 1990, 1994, 1998, 2002 e, claro, em 2010. A eleição para governador e vice em 2002 foi definida em 1º turno, quando se deu a reeleição do governador Ivo Cassol.

2.Aos 29 anos de existência, o estado de Rondônia vira a primeira década do século XXI totalmente modificado em sua estrutura política e modelo econômico. Mas, não em sua origem migracionada, registro que se faz desde os épicos tempos da Madeira-Mamoré, para situar apenas neste projeto a marca das imigrações em busca do Eldorado rondoniense. Observe-se, pois. o perfil da elite política rondoniense, a partir dos eleitos em 2010. Os dois senadores – Valdir Raupp, ex-governador e senador reeleito, e Ivo Cassol, ex-governador e senador eleito, são imigrantes sulistas, que irão compor a representação do estado no Senado com outro imigrante sulista, o senador Acir Gurgacz.

3.Para a câmara federal, foram eleitos oito deputados: Marinha Raupp, Mauro Nazif, Nilton Capixaba, Carlos Magno, Moreira Mendes, Lindomar Garçom, Padre Ton e Marcos Rogério. Destes, Apenas o deputado federal diplomado Marcos Rogério, é natural de Rondônia. Dos 24 estaduais, vinte são imigrantes e quatro são nascidos por estas plagas: Zequinha Araújo, Jean Oliveira, Epifânia Barbosa e David Chiquilito. Contudo, este é o perfil da maioria da massa votante o que faz da classe política o extrato de uma sociedade migracionada em sua essência e transmigracionada culturalmente. Seja como for, esta será a primeira legislatura na ALE onde se terá o maior número de rondonienses natos.

4.A pirâmide social de Rondônia tem esta composição e deveria ser um prato cheio para pesquisas acadêmicas ou individuais de antropólogos, geógrafos e sociológicos, dentre outros, para firmar um conceito ou uma tese sobre este estado que, vez ou outra, aparece no cenário nacional de forma negativa, tendo como principal vertente sua origem migracional. O que nem é de todo verdadeiro, nem de todo falso, convenhamos.

Historiador e analista político(*)

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Francisco Matias

 O JANTAR DO CONDOR. O ALMOÇO DA ABRIL.  O HOSPITAL DO AMOR - Por Francisco Matias

O JANTAR DO CONDOR. O ALMOÇO DA ABRIL. O HOSPITAL DO AMOR - Por Francisco Matias

 Governador Confúcio Aires Moura, do estado de Rondônia   1.Novembro passou e dezembro entrou. O ano caminha para o seu final. Mas existe o risco de n

PORTO VELHO 103 ANOS - Por Francisco Matias

PORTO VELHO 103 ANOS - Por Francisco Matias

1.Hoje, dia 2 de outubro de 2017 completam-se 103 anos da criação do município de Porto Velho. Na manhã daquele 2 de outubro de 1914, no Palácio Rio N

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA - PARTE II

  1. Continuando com a série o Alto Madeira e a história, relatando a saga deste centenário em fase de adormecimento, este escriba lança novas matéria

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA- PARTE I

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA- PARTE I

    1. A propósito do anúncio publicado nas redes sociais dando conta de que o jornal ALTO MADEIRA vai encerrar suas atividades no final deste mês de