Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Francisco Matias

29 anos de Rondônia Estado - 1ª Parte



 Por Francisco Matias(*)


1. Nesta quarta-feira, 22 de dezembro, o estado de Rondônia completa 29 anos de criação. Pois é. Há quase três décadas o Brasil tem em seu mapa político a 23ª. UF. Criado através da Lei Complementar nº 041, o Estado nasceu sob a força do regime militar, a determinação do presidente João Figueiredo, último general a presidir a República Federativa do Brasil, e sob o governo do coronel Jorge Teixeira de Oliveira. Tudo muito militarizado, por assim dizer. Mas foi necessária a mobilização da classe política para que se concretizasse a aspiração maior da sociedade civil rondoniense. Não foi, portanto, uma ação meramente militar, na medida em que várias tendências políticas regionais atuaram para a criação do Estado. Ou não. É o caso do PMDB, partido oposicionista ao regime militar que foi contra a forma de criação do estado de Rondônia e bateu de frente com o regime.

2. O presidente João Figueiredo deu os primeiros passos para tornar o Território Federal de Rondônia em estado logo após tomar posse. Em abril/1979 nomeou o então prefeito de Manaus, coronel Jorge Teixeira de Oliveira para o cargo de governador do Território. A posse do novo governador ocorreu no dia 02 e, no dia 10 ele assumiu o cargo em Porto Velho, com a “missão de criar o Estado”, como alardeou aos quatro cantos de Rondônia. Em junho, o Território ganhou mais seis municípios: Jaru, Ouro Preto do Oeste, Pres. Médici, Espigão do Oeste, Colorado do Oeste e Costa Marques. Estes novos municípios foram somados aos sete então existentes (Porto Velho, Guajará-Mirim, Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Pimenta Bueno e Vilhena), alterando o mapa político de Rondônia para onze circunscrições administrativas.

3. No mesmo ano, o governo federal enviou ao Congresso Nacional mensagem do presidente da República dispondo sobre a criação do Estado de Rondônia. Estava criado o impasse. O PMDB, como já foi dito, era contrário. O PDS, partido governista era a favor. O partido oposicionista tinha como representante de Rondônia o advogado Jerônimo Garcia de Santana, que exercia o terceiro mandato de deputado federal. O PDS tinha o deputado Isaac Newton. Eram os únicos representantes do Território Federal de Rondônia. 50% estavam contra. 50% a favor. Mas, a metade governista era maior. A oposicionista, a mais barulhenta. Senão, vejamos.

4. Em junho/81, o PMDB nacional decidiu negar qualquer apoio do projeto. No mesmo ano, o deputado Jerônimo Santana apresentou um projeto de lei dispondo sobre a criação dos estados de Rondônia e Roraima, e dos municípios de Cerejeiras, Rolim de Moura, Vila Nova do Iata e Calama. Mas encontrou um sério problema. A bancada governista foi contra e a oposicionista não lhe deu apoio. O projeto morreu no nascedouro. Observe-se o discurso do senador Teotônio Vilela, do PMDB de Alagoas, uma das mais importantes vozes da oposição ao regime militar. Na tribuna do Senado ele disse que “o PMDB era contra, ele votava contra, tanto ao projeto governista quanto o peemedebista, por considerar um casuísmo..” Naquele tempo, a palavra “casuísmo” tinha a mesma força que a palavra “golpe”, de hoje em dia. Estava abortado o projeto do deputado Jerônimo Santana. Contudo, o do governo federal tramitava célere pelas comissões da Câmara dos Deputados.

Historiador e analista político*
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Francisco Matias

 O JANTAR DO CONDOR. O ALMOÇO DA ABRIL.  O HOSPITAL DO AMOR - Por Francisco Matias

O JANTAR DO CONDOR. O ALMOÇO DA ABRIL. O HOSPITAL DO AMOR - Por Francisco Matias

 Governador Confúcio Aires Moura, do estado de Rondônia   1.Novembro passou e dezembro entrou. O ano caminha para o seu final. Mas existe o risco de n

PORTO VELHO 103 ANOS - Por Francisco Matias

PORTO VELHO 103 ANOS - Por Francisco Matias

1.Hoje, dia 2 de outubro de 2017 completam-se 103 anos da criação do município de Porto Velho. Na manhã daquele 2 de outubro de 1914, no Palácio Rio N

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA - PARTE II

  1. Continuando com a série o Alto Madeira e a história, relatando a saga deste centenário em fase de adormecimento, este escriba lança novas matéria

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA- PARTE I

O JORNAL ALTO MADEIRA E A HISTÓRIA- PARTE I

    1. A propósito do anúncio publicado nas redes sociais dando conta de que o jornal ALTO MADEIRA vai encerrar suas atividades no final deste mês de