Porto Velho (RO) sexta-feira, 25 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Domingues Junior

Hora de sair da caverna - Por Domingues Júnior


 
Em algum lugar do passado, quando o homem decidiu sair da caverna, estava falando para ele mesmo que era hora de combater o medo. Certamente já dominava o fogo. Possivelmente tinha algumas armas rústicas, teoricamente prontas para a defesa, a caça e até as guerras...
 
Aquele homem pode ser comparado a você? A mim?
Acredito plenamente que SIM!!
Em determinado momento da vida, a caverna, lugar de medo e isolamento, já não nos serve mais. É o lá fora que tem sentido. Onde  estão o alimento fresco, o ar puro, o sol, o horizonte, os novos caminhos. 
 
Sim, lá também está o perigo, o desconhecido, o frio, as tempestades, as armadilhas.
Daí a razão pela qual  muitos de nós ainda permanecemos na caverna. Ou ficamos o mais próximo possível dela, em caso de ataque de medo, dúvida ou pânico.
Romper o terreno da caverna e buscar o campo aberto rumo ao alto da montanha, de outras montanhas maiores e melhores, requer coragem. Que nasce não por causa do domínio do fogo ou das armas que temos. Afinal, nem sabemos se são de fato suficientes. 
 
Nós  já criamos condições que  podem  nos fazer superar os limites lá de fora.
É tudo uma questão de decisão. De querer. De entender que a caverna não é o lugar seguro e definitivo que imaginamos. 
 
E que a liberdade é muito mais que uma sensação. Não se resume ao vento no rosto, as emoções oriundas do novo ou a energia da rebeldia.
Ser livre é saber para onde estamos indo. É identificar que não fomos criados para uma existência de fuga, dor e medo. A caverna pode ser um local de abrigo, mas não de esconderijo dos sonhos.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Domingues Junior

O fantástico mundo acima do subsolo - Por Domingues Jr.

O fantástico mundo acima do subsolo - Por Domingues Jr.

Estou num elevador, a porta se abre, alguém que nunca vi em toda a minha vida diz um amistoso bom dia! Quer dizer, nem sempre é amistoso e nem sempre

Dose pra elefante - Por Domingues Jr.

Dose pra elefante - Por Domingues Jr.

 Tenho encontrado mais alento, verdade, beleza e até humanidade nos programas que vejo no Animal Planet, do que  na maior parte do que a TV exibe hoje

A Tailândia é logo ali - Por Domingues Jr.

A Tailândia é logo ali - Por Domingues Jr.

Temos sim, uma capacidade, um dom, um talento, que pode ser útil para o mundo. Mesmo que, aparentemente, não seja o nosso mundo, nossa cultura, nosso

Errado, eu? Por Domingues Jr.

Errado, eu? Por Domingues Jr.

O whatsapp, com tantas ferramentas incríveis e uma capacidade inigualável de facilitar a vida de tanta gente, também surge como uma besta-sem-freios