Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Confúcio Moura

Confúcio Moura: Aceito Secretário de Saúde


Recebi ligação da Antonia Adeny de Fortaleza: “rapaz, que noticia ruim foi esta. Puxa vida!”

E assim foi o dia. Só tem uma coisa, é uma noticia verdadeira. Pronto Socorro Joao Paulo II deve ser, realmente, o pior ou dos piores do Brasil. (Reveja, AQUI, a visita JN no AR da Rede Globo, realizada no dia 24 de janeiro de 2011).

Conselho Federal de Medicina, Estadual, Sindicato de médicos – todos sabem e sabiam disto. E que, eu mesmo, em janeiro convoquei a imprensa nacional e mostrei a realidade nua e crua. Inclusive, convidei em janeiro, o Ilustre e competente médico, membro da Diretoria do CFM (Conselho Federal de Medicina)Dr. Hiran Gallo para ser o meu Secretário de Saúde. Agradeceu e não aceitou. As entidades reunidas estão cumprindo suas obrigações justificadas – de fiscalizar e denunciar. Corretíssimos. A minha (nossa) é a de melhorar os serviços. nos igualamos em objetivos.

Hoje, as três entidades medicas reuniram-se em Porto Velho para mostrarem claramente indignados com as péssimas condições daquela unidade. Claro que eu agradeço a todos pela indignação. Quem sabe com estas forças comprometidas possamos mais rapidamente evoluir alguns degraus na melhoria da qualidade. Quem sabe mobilizar o Governo Federal a nos socorrer diante de tanto absurdo sob os nossos céus.

Confúcio Moura: Aceito Secretário de Saúde - Gente de OpiniãoNão vou me defender pelos meus dez meses de governo, por não ter melhorado o João Paulo, mas, apenas apresentar aos leitores os esforços realizados, que ainda não aluíram a cronicidade da situação. Reveja AQUI, entrevista do Secretário Adjunto da Saúde, José Batista, sobre  as denúncias na saúde de Rondônia, em 01 outubro de 2011).

1 - DETRAN investirá 30 milhoes de reais em tres anos nos servicos de urgencia e emergencia da capital, acordo mediado pela Assembleia Legislativa, Governo do Estado, Tribunal de Contas do Estado e Ministerio Publico; 3 milhões este ano e 27 milhões nos anos seguintes.

2 - NOVO HOSPITAL DE URGÊNCIA DE PORTO VELHO – projeto de engenharia concluído, custou 910 mil reais. Dinheiro em caixa para inicio da obra, no valor de 73 milhões de reais. Agora, aguardar os procedimentos licitatorios, na forma da lei.

3 - CONSTRUCAO DE DUAS UPAS EM PORTO VELHO – Zona leste e zona Sul, nível III, para atendimentos por até 24 h, com recursos estaduais, exclusivamente. A primeira será inaugurada em dezembro próximo. A segunda em Janeiro ou fevereiro. Todos os equipamentos já foram adquiridos. Confúcio Moura: Aceito Secretário de Saúde - Gente de OpiniãoO Prefeito Roberto Sobrinho está construindo mais 3 UPAS que serão inauguradas ano que vem. Reveja AQUI, reportagem de 26.11.2010 onde o MP Constatou abandono do Hospital João Paulo II.

4 - MUTIRÕES DE CIRURGIAS ORTOPÉDICAS – com o INTO, Hospitais privados de Porto Velho e OSCIP do Estado do Maranhão. praticamente acabou a fila destas cirurgias. Inclusive as cirurgias pediátricas na ortopedia.

5 - CRIAÇÃO DO SERVIÇO MEDICO DE ATENDIMENTO DOMICILIAR – EM PORTO VELHO – ontem, a Presidenta Dilma regulamentou estes serviços, podendo agora incluir médicos e outros profissionais. Até a presente data mantido com recursos do Estado.

6 - Aplicação de cerca de 1 milhão de reais, para cada município neste ano, VILHENA, Cacoal, Ji-Paraná, ARIQUEMES para aquisição de insumos para cirurgias ORTOPÉDICAS.

7 - REFORMA DE TODOS OS CENTROS CIRÚRGICOS DO HOSPITAL DE BASE – ampliando o movimento de cirurgias ORTONPÉDICAS originários do Pronto Socorro.

Confúcio Moura: Aceito Secretário de Saúde - Gente de Opinião
"Não tem segredo na saúde", diz Confúcio. Reveja AQUI, entrevista de Confúcio Moura em 26.12.2010, concedida ao Dr. Viriato Moura.

8 - Aumento de 40 leitos no HB para atendimento de pós-operatório de traumas.

9 - aumento de mais 10 leitos de UTI no Hospital de Base.

10 - O Hospital de Cacoal foi inaugurado. Recebi-o com apenas 15 leitos em funcionamento. Está perto da sua plenitude. E ajudou muito este ano operando,inclusive pacientes internados no Joao Paulo. Levei doente de avião para ser operado em Cacoal.

Gente, a coisa é difícil, mas, não é impossível. Vai melhorar. Vai melhorar com a velocidade que tem a burocracia do Estado. Porque estou (estamos) trabalhando duro para que os serviços melhorem. Caso qualquer colega médico, não médico, tenha alguma sugestão inovadora, criativa, mais rápida que possa contribuir efetivamente para que saiamos todos, os rondonineses, deste caos nos serviços de Urgência e Emergência, que tanto nos humilha e envergonha, que se apresente com a sua idéia e iniciativa.
 


Aceito.

Aceito também no cargo desafiador de Secretário de Saúde. Quem puder com a sua força oferecer mais do que estamos fazendo. Venha! O cargo é seu. Tem aqui, hoje, dois médicos, Orlando Ramires e eu. Ele sanitarista com excelente formação. E eu, com a vivência dos cargos públicos, que em todos eles exercidos não decepcionei. E de corpo e alma estamos devotados para mais esta missão desafiadora.

Fonte: Blog do Confúcio
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Confúcio Moura

Urus e Pacaás

Urus e Pacaás

Vou inventar um nome aqui. Aliás, nomes. Porque falar em manter reserva de índio, florestas nacionais ou parques é motivo para ser assassinado. O no

Histórias inacreditáveis

Histórias inacreditáveis

Contar história é também uma arte e um ofício. E cada pessoa, depois de alguns “janeiros” nas costas, vai olhando pra trás e vê pelo retrovisor – a

O salto no escuro (uma história da pandemia COVID-19) Capítulo 60

O salto no escuro (uma história da pandemia COVID-19) Capítulo 60

Falei no capítulo 59 que daria um tempo para continuar com a série. Se não fizer esta pausa, terminarei repetindo demais, indo e voltando. Estou ven

O salto no escuro (uma história da pandemia COVID-19) Capítulo 59

O salto no escuro (uma história da pandemia COVID-19) Capítulo 59

Temos um ano, apenas, de convivência com o coronavírus (Covid-19). E o esforço tem sido enorme pelos profissionais de saúde para, pouco a pouco, ire