Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Ciro Pinheiro

PAULO SALDANHA - CRÔNICAS E XERIFES


PAULO SALDANHA - CRÔNICAS E XERIFES - Gente de Opinião
A Academia de Letras de Rondônia realizou quinta-feira, 3/3, o lançamento dos livros do acadêmico Paulo Saldanha em noite de autógrafo, na Casa de Cultura Ivan Marrocos, com a presença de confrades acadêmicos e convidados. O presidente Lucio Albuquerque na abertura do evento fez comentários sobre o autor e para discursar em nome dos demais membros da ACLER, falou o acadêmico Hugo Evangelista da Silva (secretario). “Os três Xarifes da Fronteira” – obra prefaciada por Simão Salim, advogado, poeta, membro da Academia Guajaramirense de Letras, antigo amigo do autor -  que focaliza, de forma meio romanceada, a vida de três personagens da cidade de Guajará-Mirim, que trabalharam no setor polícia no tempo do Território (depois no Estado), e “Crônicas Guajaramirenses – Prosa que desemboca em humor” – com prefacio da acadêmica Sandra Castiel, aplaudidíssima ao ler, com emoção, o seu texto, um tanto poético – “Cronista da vida em da mata, da vida no entorno dos caudalosos rios regionais, Paulo apresenta crônicas com múltiplos aspectos sejam históricas, dissertativas ou humorísticas, todas, contudo, perpassadas por uma natureza poética, natureza esta que brota do sentimento, da subjetividade do autor”.


Paulo Saldanha conclamou os jovens para a leitura, alimenta a alma, disse o escritor.

A acadêmica Yedda Pinheiro Borzacov leu resumo biográfico do escritor e fez comentário sobre sua amizade com Paulo Saldanha durante o Governo Jorge Teixeira, ao qual serviram. O acadêmico José Monteiro, que funcionou como mestre de cerimônia, mostrou a produção literária de Paulo Saldanha, destacando os livros “O Alferes e o Coronel”, “O Oráculo da Candelária”, “Esperança-50”, “A Regenerada Comborça”, além das crônicas publicadas no Jornal Alto Madeira em no site Gente de Opinião. Antes do encerramento, pelo presidente Lucio Albuquerque, Paulo Saldanha fez um discurso cheio de relembranças de sua vida na “Pérola do Mamoré”, destacando sua família, com visível emoção. 

PAULO SALDANHA - CRÔNICAS E XERIFES - Gente de Opinião

AGENDA - Na reunião da ACLER, realizada na véspera  foi confirmada a programação do dia Nacional da Poesia, que será comemorado dia 15 de março, na Biblioteca Francisco Meirelles,  e apresentada a proposta da programação dos 30 anos da ACLER, prevista para o período de 6 a 10 de junho.

(Fotos: Luiz Carlos)      

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Ciro Pinheiro

Distante - Aplausos - Yedda nos 80 - Sem abnael - Homenagem - Sargentos – promoções na PM

Distante - Aplausos - Yedda nos 80 - Sem abnael - Homenagem - Sargentos – promoções na PM

 DISTANTEEstou em São Paulo desde o dia 2 deste julho, hoje já preparando as malas para a volta para Porto Velho. Fomos, nesse tempo - eu e Penha -

Nova prefeitura na margem do Madeira

Nova prefeitura na margem do Madeira

A mudança da sede da Prefeitura de Porto Velho do “Palácio Tancredo Neves” (que era antes 31 de Março), para o “Prédio do Relógio” foi a melhor inic

Ruas de Porto Velho

Ruas de Porto Velho

Nome de rua em Porto Velho é um caso sério

DE RELÓGIO PARA TANAJURA

DE RELÓGIO PARA TANAJURA

O primeiro prefeito eleito de Porto Velho (1917)