Porto Velho (RO) quinta-feira, 19 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Ciro Pinheiro

Festa dos diplomas


 

Festa dos diplomas - Gente de Opinião

Os maiorais: Deputada Marinha Raupp, Senadores Cassol e Raupp, vice Airton e governador Confucio que logo no início escolheu a última cadeira da fila da frente.

Festa dos diplomas - Gente de Opinião

As belas: deputadas eleitas e diplomadas Epifânia, Glaucione e Ana Lucia.



“Que sejam felizes”

A solenidade de diplomação dos eleitos de 2010, quarta-feira, dia 15, lotou o grande salão de festas da casa de shows Talismã, na Avenida Guaporé. A presidente do TRE-RO, desembargadora Zelite Andrade Carneiro, iniciou agradecendo aos membros da Justiça Eleitoral, e citou a presença do desembargador Dimas Fonseca, na primeira fila. A presidente disse, em seu discurso, que o povo votou em seus candidatos esperançoso em melhorias para o País e para o Estado, destacando, de forma especial, a necessidade urgente de segurança. “Que as promessas de campanha possam efetivamente serem cumpridas, é o que todos esperam”. E no final: “Que sejam muito felizes”. Encerrou seu discurso, certamente, pensando na felicidade do povo, e não apenas de seus representantes ali presentes.


Tudo ensaiado

Em clima de festa, a solenidade de diplomação primou pela organização perfeita do cerimonial do T.R.E. Na véspera houve ensaio com a presença de poucos diplomandos. O governador Confúcio compareceu ao ensaio e elogiou: “Foi a primeira vez que fui convidado por um cerimonial para um ensaio”. Confúcio disse que aprendeu tudo e procurou fazer certinho: “Pegar corretamente o diploma diante dos fotógrafos, colocá-lo sobre o peito, os cumprimentos solenes às autoridades da mesa, discurso rápido, o sorriso”. Fez tudo correto, mas teve gente que falou fora do certo, gente que escorregou nos degraus e que colocou o diploma na cara, apesar da orientação.

Os campeões

O primeiro discurso, do deputado estadual mais votado, Walter Araújo, foi o único lido, de acordo com o figurino. “Esse ato revela uma nova trajetória, no sentido de não esquecer os compromissos assumidos durante a campanha”. A deputada federal Marinha Raupp, campeã de voto, que entra no quinto mandato: “Vou trabalhar em parceria com a bancada, sempre colocando em primeiro lugar a verdade, a sinceridade, a seriedade e a honradez. Sempre vou procurar honrar cada voto recebido”.

Fizemos a diferença

Os aplausos para o ex-governador Ivo Cassol foram fracos. Parece que sua torcida não compareceu. Iniciou com os parabéns ao colega, senador Raupp, ao governador e ao vice. Não falou os nomes dos dois. Seu discurso foi pouco diferente da fala de sempre: com “o quero cumprimentar...” repetido para cada um, como sempre. - Fez uma retrospectiva do seu trabalho no governo e disse que, como senador, continuará trabalhando pelo Estado, independente de cor partidária. “Fizemos a diferença”, repetiu.

Raupp: responsabilidade dobrada

O senador Valdir Raupp, ao ser chamado, foi demoradamente aplaudido pela platéia. O aperto de mão da desembargadora-presidente foi o mais demorado. “A cada eleição tem aumentado minha responsabilidade para com o povo rondoniense. Lembrou que em janeiro assume a presidência nacional do PMDB, aumentando sua responsabilidade para com o país. No final do discurso cumprimentou o governador diplomado Confúcio Moura: “Quem foi bom filho, quem foi bom aluno, quem é bom marido, quem é bom pai de família, quem é bom médico, quem foi bom deputado e bom prefeito, certamente será um bom governador”.

Confucio: propostas concretas

Confúcio Moura ao ser anunciado, subiu ao palco em passos lentos, aplaudido de pé pelos presentes. Depois dos cumprimentos aos membros do TRE, na mesa, iniciou, pausadamente seu discurso: “Agradeço ao povo de Rondônia, por estar, hoje, aqui, sendo diplomado como governador do nosso Estado. Isso é muito acima do que mereço. Foram oito campanhas seguidas e só tenho a agradecer”. Mais adiante disse que quem ouve falar em Rondônia pensa que estamos em um país do 1º mundo”. Disse que vai dar um choque de gestão e sacudir a indignidade pela qual passa o povo pobre do estado. “Não fomos à campanha mentir e enganar. Fomos fazer propostas concretas”.

 
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Ciro Pinheiro

Distante - Aplausos - Yedda nos 80 - Sem abnael - Homenagem - Sargentos – promoções na PM

Distante - Aplausos - Yedda nos 80 - Sem abnael - Homenagem - Sargentos – promoções na PM

 DISTANTEEstou em São Paulo desde o dia 2 deste julho, hoje já preparando as malas para a volta para Porto Velho. Fomos, nesse tempo - eu e Penha -

Nova prefeitura na margem do Madeira

Nova prefeitura na margem do Madeira

A mudança da sede da Prefeitura de Porto Velho do “Palácio Tancredo Neves” (que era antes 31 de Março), para o “Prédio do Relógio” foi a melhor inic

Ruas de Porto Velho

Ruas de Porto Velho

Nome de rua em Porto Velho é um caso sério

DE RELÓGIO PARA TANAJURA

DE RELÓGIO PARA TANAJURA

O primeiro prefeito eleito de Porto Velho (1917)