Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Uma coluna sem papas na língua 24/11/10


 

 

Cassolistas x Petistas

 

Cassolistas e petistas se articulam na disputa da eleição da Mesa Diretora em fevereiro. A base aliada do governador João Cahulla (PPS) esta voltada à eleição do deputado estadual Valter Araújo (PTB), enquanto que os petistas trabalham na eleição do deputado eleito José Hermínio, com apoio do prefeito Roberto Sobrinho. A peleja neste momento esta polarizada entre estas duas forças antagônicas no parlamento estadual.

 

Produtores rurais

 

Os pequenos produtores rurais de Rondônia já comemoram  possibilidades de crescer com o governador eleito Confúcio Moura (PMDB). Ocorre que o novo mandatário já mandou recado: vai valorizar a compra de produtos regionais dos colonos para a merenda escolar. Assim sendo, Moura vai reforçar também suas paliçadas na roça.

 

Sucessão em Vilhena

 

A queda dos Donadons e a cisão política que ocorreu no grupo do atual prefeito José Rover (PP) fomenta o nascimento de uma terceira via na disputa pelo Palácio dos Parecis, sede da prefeitura de Vilhena nas eleições de 2012. Trata-se do deputado estadual Luizinho Goebel, liderança emergente no Cone Sul e de asas crescidas com a reeleição.

 

Avanço da soja

 

Impressiona o avanço da soja em Vilhena e em todo Cone Sul ron doniense.  A leguminosa vai se espraiando. Grandes áreas – uma delas com 22 mil hectares – estão sendo preparadas, ampliando o plantio na região e impulsionando a economia do município. No rastro da soja, Vilhena vive um boom imobiliário, se tornou um pólo regional importante de serviços de saúde e do ensino superior.

 

Orçamento 2011

 

O governador eleito Confúcio Moura (PMDB) acompanha atentamente os desdobramentos do orçamento 2011 na Assembléia Legislativa do estado. Como tem aliados na Comissão de Orçamento e Finanças, caso do deputado Jesualdo Pires (PSB-Ji-Paraná) que integra a nova base aliada,  mandatário conta com boa vontade de todo organismo para adaptar os gastos e investimentos da nova administração.

 

Confrontos diretos

 

Se transferir votos aos aliados não é seu ponto forte, por outro lado o ex-governador Ivo Cassol em confrontos diretos não perde eleição desde a metade da década passada. Foram duas eleições a prefeito em Rolim de Moura, (sendo uma reeleição com mais de 70 por cento dos votos) e duas eleições ao governo do estado (com uma reeleição). Agora, emplacou mais outra, ao Senado. Em 2014 vem a grande revanche com Confúcio...

 

Mini-reforma

 

O prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho abriu uma mini-reforma administrativa, como já era esperado, desde as eleições. A medida tem reflexos políticos já que o bancário Itamar Ferreira que perdeu a eleição á deputado federal assumiu uma das pastas (de transportes e trânsito). Trocado em miúdos: a reforma visa acomodações entre as facções petistas que tiveram as asas aparadas no pleito de outubro.

 

Do Cotidiano

 

Inundações iminentes

Enquanto cursava doutorado na Universidade de Lancaster, no Reino Unido, onde esteve entre 2002 e 2006o pesquisador brasileiro Jó Ueyama tomou conhecimento da existência de um sensor de monitoramento de enchentes para rios britânicos desenvolvido pelo cientista inglês Daniel Hughes. “Na época, pensei na viabilidade de trazer essa ideia para o Brasil, que também sofre muito com enchentes”, diz Ueyama.

Desde então aprofunda a tese de que uma rede de sensores sem fio capaz de alertar autoridades sobre inundações iminentes poderá ser uma importante ferramenta de auxílio aos órgãos de defesa civil. Foi assim que chegou à elaboração de um equipamento de monitoramento que também é capaz de medir a poluição dos rios.

Jó Ueyama, cientista do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo (ICMC-USP), em São Carlos, conseguiu fazer com que a poluição seja avaliada por meio da condutividade elétrica da água. Quanto mais limpa estiver a água, menos eletricidade será capaz de conduzir. Ou seja, quanto maior a condutividade elétrica medida, maior será o grau de poluição.

A pesquisa para o desenvolvimento da rede de sensores foi promovida por meio do Programa Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes. Sob o título “Explorando o paralelismo e a reconfiguração dinâmica em redes de sensores”, o projeto de Ueyama recebeu uma aplicação prática depois de uma sugestão vinda de Daniel Hugues, seu ex-colega de doutorado.

 Para isso, o pesquisador brasileiro convidou Hughes, que atualmente é professor da Xi'an Jiaotong-Liverpool University (XJTLU), na China, para vir ao Brasil apresentar seu trabalho. O pesquisador britânico esteve em São Paulo em janeiro de 2010, na modalidade Auxílio à Pesquisa – Pesquisador Visitante, em apoio à proposta era desenvolver uma rede de sensores de enchentes baseada na cidade de São Paulo.

“Utilizamos no Brasil outro sensor e outro software”, disse Ueyama, explicando que a detecção de poluição também foi uma adaptação que não havia no projeto original inglês. O equipamento brasileiro ainda conta com um terceiro sensor inédito, voltado à detecção de tentativas de furto do aparelho.

 

Via Direta

 

*** Recebi e a agradeço a edição histórica do jornal Correio de Notícias retratando os 33 anos de história de Vilhena *** Aliados do deputado Moreirão Mendes (PPS) justificam seu entendimento com a nova base aliada *** Afinal o reduto eleitoral de Moreirão é o Vale do Jamari, onde o deputado perdeu muito voto no pleito de outubro por ficar contra o candidato ao governo da região.

 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Carlos Sperança - csperanca@enter-net.com.br
 Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Um divisor de águas  + O confronto + A fantasmarada + Forças armadas

Um divisor de águas + O confronto + A fantasmarada + Forças armadas

Um divisor de águas O capital político do presidente Jair Bolsonaro começou com ativo espetacular de 58 milhões de votos e um Ministério recheado d

A sonhada conciliação + Até linchamento + Causando terror + O desaparecimento de jovens garotas em Rondônia

A sonhada conciliação + Até linchamento + Causando terror + O desaparecimento de jovens garotas em Rondônia

A sonhada conciliaçãoHá sérias dúvidas sobre a preparação feita pelo chanceler Ernesto Araújo para que o presidente Bolsonaro tenha uma acolhida favo

O milagre do fogo + Léo Moraes fugindo da raia? + Renovação política + Grande duelo

O milagre do fogo + Léo Moraes fugindo da raia? + Renovação política + Grande duelo

O milagre do fogoO liberal gaúcho Gaspar Silveira Martins supunha que “ideias não são metais que se fundem”, mas interesses contrários podem se unir

Propaganda é insuficiente + Movidas à soja + Autonomia gorou + Depenando casas

Propaganda é insuficiente + Movidas à soja + Autonomia gorou + Depenando casas

Propaganda é insuficientePara tristeza da comunidade amazônica, seus problemas não são abordados com a resolutividade necessária. Não é um fenômeno