Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Uma coluna sem papas na língua 12/11/10


 

 

O que esperar?

 

Sendo verdadeira a informação de que o ex-governador Ivo Cassol e o atual governador João Cahulla deram cano nas formiguinhas de campanha, o que será possível esperar deles com relação ao final da atual administração? É para a nova base aliada ficar de cabelos em pé. O que sobrará em caixa para Confúcio começar seu trabalho? No funcionalismo já existe um clima de apreensão.

 

No discurso...

 

No discurso, no entanto, o atual governador João Cahulla procura mostrar uma outra faceta. Em release distribuído a imprensa, ele exige esforços redobrados dos seus assessores no final de mandato, reafirmando seu compromisso de pagar os salários, honrar seus compromissos com os fornecedores, etc. Vamos torcer para que prevaleça esta versão do Cahulla nas suas últimas semanas de gestão.

 

Capital do peixe

 

O município de Mirante da Serra, encravado na região central do estado, atualmente conhecido pelas corridas anuais de avestruz, pretende ser a capital rondoniense do peixe nos próximos anos. Os tanques se multiplicam e conforme, o vereador Antônio Roche (PT) a economia tem ganhado novo impulso desde que os produtores iniciaram a nova atividade.

 

Politicagem na Feiron

 

Apadrinhado de Ivo Cassol, o presidente da Fiero Denis Baú convidou para a abertura da Fieron, ontem, o ex-governador e deixou de convidar o governador eleito Confúcio Moura e representantes da nova base aliada. Baú demonstra com isso sua fidelidade canina ao seu chefe. A classe empresarial não pode e não deve ser submetida a politicagens. É o fim da picada!

 

Sessão solene

 

Recebi e agradeço, convite formulado pelo presidente da Câmara Municipal de Vereadores, José Hermínio, para a entrega do título de Cidadão Honorário a José Valdir Pereira e o descerramento da placa vereador Anísio Gorayeb, que dará nome ao pavilhão 2 do parlamento municipal. A sessão solene esta marcada pra a próxima terça-feira, dia 16.

 

Aposta petista

 

Uma das apostas petistas para as próximas jornadas é o deputado federal eleito Padre Ton, ex-prefeito de Alto Alegre dos Parecis, detentor de uma cara de cangaceiro, (conforme seu amigo Odair Cordeiro) e um sotaque de ogro. Ele foi uma das grandes surpresas das urnas na temporada e suas propostas têm grande apoio do meio rural. É uma liderança emergente no estado.

 

Leitura no xadrez

 

O Departamento Penitenciário Nacional - DEPEM acaba de lançar no presídio federal de Porto Velho o projeto “Uma Janela para o Mundo”, para estimular a leitura. A iniciativa é uma parceria com a Unesco e os Ministérios da Justiça, Educação, Cultura, dentro das políticas públicas de democratização ao acesso ao livro e incentivo a leitura.

 

 

Do Cotidiano

 

Patamar do PIB

 

A Conferência Nacional de Educação (Conae) aprovou a ampliação de 1% do Produto Interno Bruto (PIB) do País destinado à educação ao ano, de forma que se atinja o patamar de 7% do PIB em 2011 e 10% em 2014.

Se não dermos atenção a duas pulgas, uma atrás de cada orelha, podemos acionar as vuvuzelas e comemorar.

A primeira pulga está na data “tabu” em que se deu a aprovação da proposta: 1º de abril deste ano, data que lembra mentira e ditadura. A segunda, no fato de que os mais luminosos discursos e as mais maravilhosas decisões oficiais neste País raramente correspondem à prática ou se concretizam.

Se seguirmos os passos da Justiça, que pôs uma pedra definitiva sobre as torturas e assassinatos dos Anos de Chumbo, poderemos considerar tais mazelas coisas de um passado que não volta mais. Assim resolvido, caberia dar um crédito de confiança no mínimo à nossa própria capacidade de cobrar o cabal cumprimento da medida e festejar essa disposição como uma conquista mil vezes mais valiosa que qualquer Copa.

A proposta foi incluída pelo MEC no novo Plano Nacional de Educação (PNE), previsto para vigorar de 2011 a 2020, desde que devidamente aprovado pelo Congresso Nacional. Oficialmente, o Brasil investe 5,1% de seu PIB na educação, embora alguns provavelmente maus patriotas e catastrofistas acreditem que se apurar bem não passará muito de 4%.

Se mais uma vez afastarmos da mente viciada em passado e memória a teimosa presença do 1º de abril, acreditaremos piamente que, nos moldes do que foi decidido pelo Conae, a educação básica em tempo integral será uma realidade em todo o País até 2014, haverá garantia de oportunidades igualitárias para jovens deficientes, a valorização de profissionais e aumentos de salários. Além disso, outros pontos não menos sugestivos, como um aumento significativo da oferta de vagas nas creches e a democratização do ensino superior.

Como era coisa de 1º de abril, ninguém na conferência disse de onde iria sair o dinheiro. Mas, afinal, para que elegemos congressistas? Eles que descasquem o abacaxi.

Mas descasquem bem, com muito cuidado, para não atirar fora as partes suculentas da polpa juntamente com o descarte das cascas, uma vez que estamos diante de um desafio digno do famoso carcará da poesia, do qual não se pode fugir, desde que se fugir o bicho pega, se ficar o bicho come.

 

Via Direta

 

*** O radialista Valdemar Camata esteve ontem na Assembléia Legislativa *** Ele receberá o titulo de Cidadão Honorário neste final de ano *** Os novos deputados estaduais aos poucos vão chegando e escolhendo seus gabinetes para a próxima legislatura *** A periferia de Porto Velho continua inchando e gerando novas demandas sociais de saúde, água, energia etc.   

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Carlos Sperança - csperanca@enter-net.com.br
 Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Um divisor de águas  + O confronto + A fantasmarada + Forças armadas

Um divisor de águas + O confronto + A fantasmarada + Forças armadas

Um divisor de águas O capital político do presidente Jair Bolsonaro começou com ativo espetacular de 58 milhões de votos e um Ministério recheado d

A sonhada conciliação + Até linchamento + Causando terror + O desaparecimento de jovens garotas em Rondônia

A sonhada conciliação + Até linchamento + Causando terror + O desaparecimento de jovens garotas em Rondônia

A sonhada conciliaçãoHá sérias dúvidas sobre a preparação feita pelo chanceler Ernesto Araújo para que o presidente Bolsonaro tenha uma acolhida favo

O milagre do fogo + Léo Moraes fugindo da raia? + Renovação política + Grande duelo

O milagre do fogo + Léo Moraes fugindo da raia? + Renovação política + Grande duelo

O milagre do fogoO liberal gaúcho Gaspar Silveira Martins supunha que “ideias não são metais que se fundem”, mas interesses contrários podem se unir

Propaganda é insuficiente + Movidas à soja + Autonomia gorou + Depenando casas

Propaganda é insuficiente + Movidas à soja + Autonomia gorou + Depenando casas

Propaganda é insuficientePara tristeza da comunidade amazônica, seus problemas não são abordados com a resolutividade necessária. Não é um fenômeno