Porto Velho (RO) quarta-feira, 17 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Tem muito foragido com mandatos


Mãos abanandoTem muito foragido com mandatos - Gente de Opinião

A maioria dos políticos – deputados e prefeitos – que foi a Brasília na semana passada voltou de mãos abanando da Esplanada dos Ministérios. Na esfera de segurança pública, nenhuma medida concreta para combater o narcotráfico ao contrabando e o tráfico de armas pesadas na fronteira. Na pasta do Ministério dos Transportes, nenhuma garantia das obras do anel diário, na capital, denominado pomposamente de Contorno Norte, ou Expresso Porto, com 21 quilômetros a serem pavimentados, ligando o monumental porto da Amaggi até a ponte sobre o Rio Madeira na BR- 319.

Os deputados e prefeitos pedem e fazem seu papel. Para provar que foram lá, tiram fotos com as autoridades e falam que foram recebidos, que os ministros foram sensíveis, mas a coisa não é bem assim. O governo Dilma “Mãos de Tesouras” esta contingenciando recursos.

No quesito emendas parlamentares. os alcaides rondonienses fazem uma verdadeira revoada. Em tempos bcudos, estes recursos são importantes para dar conta da saúde, educação e até mesmos de obras de infraestrutura. Neste caso tem a boa vontade dos parlamentares e senadores, mas nem sempre da liberação das verbas pela União.

Reforma polêmica

O Senado começa a votar a reforma política nesta semana. Existem pelo menos 10 propostas para introduzir mudanças no sistema político do pais, no entanto a maioria delas é polemicas, sem acordos entre os partidos. Como se recorda, ano a ano, o Congresso tem chutado as mudanças, empurrando as alterações com a barriga. Lá se vão duas décadas de embromação.


 

Com disposição

Tem muito foragido com mandatos - Gente de Opinião

Os novos deputados estaduais assumiram a nona legislatura na Assembléia Legislativa de Rondônia com disposição de mostrar serviço à comunidade. Jesuino Boaboid, por exemplo, é uma surpresa, com boa movimentação. Cleyton Roque, Airton Gurgacz, Leo Moraes, Aélcio da TV mostram familiaridade com as lides políticas, o que não é surpresa, pois já tem experiência no ramo.  


 

Os predadores

A eleição municipal vem aí, e a disputa dos cargos de 21 vereadores em Porto Velho deve esquentar em função da participação dos deputados estaduais derrotados nas eleições do ano passado. Claudio Carvalho, Epifânia Barbosa, Flávio Lemos e outros ex-parlamentares barrados nas urnas em eleições anteriores devem entrar na dança para retomar suas carreiras políticas.

Nas invasões

As coisas estão ficando difíceis até para os invasores de terras profissionais na periferia de Porto Velho. Os gastos para construir um barraco e cercar o terreno invadido com arame farpado ou ripões, chegam quase 10 dez mil e eles não conseguem passar a coisa para frente nem pelo mesmo valor. Ao contrário dos anos de 2010, 2001 e 2013 quando se vendiam barracos como pipoca em dia de Fla-Flu.

A especulação

Lá se vão 30 anos da implantação, com terrenos doados pelo então prefeito José Guedes, do bairro Tancredo Neves, na Zona Leste. Foi a primeira grande medida efetiva no combate a especulação imobiliária e a partir deste bairro, logo em seguida surgiriam os JKs I, II E III, São Francisco e Mariana e outras vilas a partir de invasões. Volto ao assunto amanhã.

Via Direta

Tem muito foragido com mandatos - Gente de Opinião

*** As cidades de Rondônia poderiam selecionar mais seus vereadores nas urnas.  Tem muito foragido com mandatos  *** Já virou rotina mandados de prisão para edis no estado. É coisa de louco ***

Tem muito foragido com mandatos - Gente de Opinião 
E na capital, todo final de semana vários jovens morrem baleados ou esfaqueados na periferia de Porto Velho em embates pelas drogas *** Já é março, mês do reinício das obras dos viadutos...

Tem muito foragido com mandatos - Gente de Opinião

.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

O efeito manada - Por Carlos Sperança

O efeito manada - Por Carlos Sperança

A lição das árvoresSó o Rio Negro possui mais volume do que toda a água doce da Europa, afirma a ciência geográfica. Nada como a exuberância da nature

A onda Bolsonaro, se assemelha a onda Lula - Por Carlos Sperança

A onda Bolsonaro, se assemelha a onda Lula - Por Carlos Sperança

Os narizes tapadosO ódio é desumano, mas é difícil exigir do sofrido povo brasileiro que não sinta raiva de ter um país tão rico devendo quase o taman

A expansão do narcotráfico - Por Carlos Sperança

A expansão do narcotráfico - Por Carlos Sperança

“A fronteira é nossa”. Essa apropriação de dísticos nacionalistas como “O petróleo é nosso” e “A Amazônia é nossa”, assinada em pichação de tapume em

Larga urrando! Por Carlos Sperança

Larga urrando! Por Carlos Sperança

O respeito a democraciaEmbora a legislação tenha favorecido com financiamento e tempo de TV as siglas visadas pela Lava Jato, no modelo “estancar a sa