Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

HAJA BICUDOS - Por Carlos Sperança


Nos tempos do garimpo

Em meados de 1980 o garimpo do ouro no Rio Madeira atingia o seu ápice criando tantos milionários em Porto Velho. A migração de todo País era intensa para Rondônia, os colonos buscando a doação de terras no interior, mas para a capital, a chegada de contingentes HAJA BICUDOS - Por Carlos Sperança - Gente de Opiniãomigratórios era de garimpeiros, com suas balsas e dragas tomando conta das águas barrentas do Madeirão.

Num destes primeiros anos da década de 80, com mais de dez mil dragas quase coladas no Rio Madeira e um formigueiro de pessoas nas ruas movimentando o comércio, emergiram alguns milionários do garimpo. Tanto sucesso despertou a cobiça da população. No ano seguinte se atiraram ao Rio Madeira dentistas, médicos e advogados, além de jornalistas, construtores, padres, pastores, políticos, prostitutas, todos mirando a riqueza. E o Madeirão que tinha sido generoso até então se transformou num cenário de terror: o ouro rareou. Surgiam então os latrocínios nas estradas de quem transportava cargas valiosas, os corpos de garimpeiros assassinados eram vistos com freqüência boiando no rio em visões macabras. E os aventureiros voltando para a cidade como as andorinhas em revoada com as asas quebradas e cheias de dor...


 

Novos federais

HAJA BICUDOS - Por Carlos Sperança - Gente de OpiniãoNa bolsa das postas já são cotados como principais predadores dos atuais deputados federais na peleja à Câmara dos Deputados nas eleições de outubro, os ex-prefeitos Melki Donadon (VIlhena), Mauro Nazif (Porto Velho), o atual deputado estadual Leo Moraes(Porto Velho), o ex-deputado estadual Tziu Jidaias (Ariquemes), o ex-deputado federal Carlos Magno (Ouro Preto do Oeste) e Jaqueline Cassol (Cacoal).

Haja bicudos

HAJA BICUDOS - Por Carlos Sperança - Gente de OpiniãoAs relações entre os prefeitos e vices tradicionalmente acabam em conflitos, se deteriorando rapidamente. Em Porto Velho, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) trata o seu vice Edgar do Boi (PSDC) a pão e água, em Ariquemes o prefeito Thiago Flores esta cortando as asinhas do vice Lucas Follador. Em vários municípios rondonienses a toada é a mesma, mas na capital é onde a coisa rola desde primeira gestão petista.

Mais presídios

Depois dos municípios de Catanduvas (PR), Mossoró (RN), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO), agora o governo anuncia que Brasília também esta ganhando seu presídio federal. Ainda no Plano Nacional de Segurança constam os projetos das penitenciarias federais nas regiões metropolitanas de Manaus (AM) e Porto Alegre (RS). Como se vê, temos presente de grego para todos os estados...

A mobilidade

Com a estação chuvosa, a prefeitura de Porto Velho atrasou a execução de todos os seus projetos de mobilidade urbana. O único em execução e com enorme atraso é o alargamento da Rua Duque de Caxias para desafogar o intenso movimento de trânsito da turbulenta e congestionada avenida Carlos Gomes, corredor dos ônibus coletivos, na região central. Estão previstas ações de mobilidade em 2018 nas Zonas Leste e Sul da capital.

Muitas queixas

A regularização imobiliária continua um tormento para os agentes e a própria população que trabalham na elaboração de escrituras de casas e terrenos na capital rondoniense. O problema vem desde a segunda administração do prefeito Roberto Sobrinho, que priorizou a regularização dos imóveis nos bairros, invasões e assentamentos. Na gestão Mauro Nazif coisa desandou de uma vez. Obter uma escritura hoje é um martírio na prefeitura e nos cartórios.
 

Via Direta

Gente de Opinião

*** A proximidade das águas do Rio Madeira no leito da BR 364, na Ponta do Abunã assombra os acrianos, conforme alerta a imprensa do vizinho estado *** Na vizinha Humaitá (AM), foi prorrogada a presença das forças nacionais por mais 15 dias *** Sinal que a cosia ainda não está bem controlada *** Trocando de focinho de porco para tomada: Os ex- deputados estaduais presos na capital buscam penas alternativas com o uso de tornozeleiras.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Cadê as propostas? Por Carlos Sperança

Cadê as propostas? Por Carlos Sperança

Se o uirapuru falasse...A ciência comprovou aquilo que os povos da floresta sempre disseram a respeito do pequeno uirapuru: é a sentinela do passaredo

É grande o canibalismo na disputa a Câmara dos Deputados em PVH - Por Carlos Sperança

É grande o canibalismo na disputa a Câmara dos Deputados em PVH - Por Carlos Sperança

É grande o canibalismo na disputa por cadeiras a Câmara dos Deputados em Porto Velho

A recuperação do tucano - Por Carlos Sperança

A recuperação do tucano - Por Carlos Sperança

Já temos um verão consistente e as obras estão aparecendo mostrando a recuperação da imagem do tucano

Cassol pode trocar de candidato ao governo - Por Carlos Sperança

Cassol pode trocar de candidato ao governo - Por Carlos Sperança

Amazônia indignadaO governo Michel Temer poderia ter se espelhado em Itamar Franco para pacificar o país, pondo fim ao clima de dissensões improdutiva