Porto Velho (RO) terça-feira, 19 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

'Foi como briga de casal', afirma bem humorado Confúcio Moura - Por Carlos Sperança


Fake news, a ameaça

O esquema do fake news, as noticias falsas propagadas pelas mídias sociais cresceu tanto e já se transformou numa grave ameaça para os candidatos a cargos eletivos nas eleições de outubro. Não é a toa que as esferas eleitorais estudam um meio de neutralizar o fenômeno crescente e que pode ameaçar resultados, desmontar favoritos.

Citando o caso de Porto Velho, onde o sistema é bruto e o fake tem sido cada vez mais utilizado - ao lado de pesquisas eleitorais fajutas para todos os cargos – nos últimos pleitos as definições têm ocorrido nos últimos dois dias e com baitas reviravoltas. Um fake até um dia antes do pleito pode mudar a ascensão de postulantes, liquidar sonhos. Não haverá tempo para mostrar que focinho de porco não é tomada.

O fato é que se o jogo já é rasteiro nas campanhas eleitorais em nossa amada Rondônia, com o fake news, que é utilizado com o que a gente conhece por aqui como “central de boatos”, se algo não for feito para conter esta verdadeira explosão de noticias falsas, o pleito de outubro estará ameaçado.

Vamos enfrentar um cenário onde a guerra nas mídias sociais já é uma realidade. E haja jogo sujo, rasteiras e pesquisas fraudadas de última hora.


Pulando cirandinha

Quem acreditava que o governador Confúcio Moura e o vice Daniel Pereira estavam “rompidos” e que o governador tinha desistido de disputar uma cadeira quase certa ao Senado em outubro e que Pereirinha deixaria de assumir o Centro Administrativo em abril deve estar decepcionado. Os dois já estão pulando cirandinha de novo. É como um casal que reatou, na definição é do próprio governador. Foi como briga de casal”, afirma bem humorado.

Minha versão

A minha definição para o “rompimento” é bem diferente. Foi tudo jogo de cena para desmontar um esquema idealizado para colocar o governador de joelhos, Confúcio ficar no governo, apoiar Maurão ao CPA na marra e não disputar o Senado. Virado o jogo com a divulgação das fitas, Confúcio e Daniel Pereira vão “perdoar” o enquadrado Maurão (agora ele de joelhos...) e Borabaid passará a ser (e realmente é..) o vilão da história. Já se fala até em punição do bandido que se vestia de mocinho.

Sistema integrado

No pacote de segurança pública anunciado pelo governo Michel Temer esta o projeto do sistema integrado de segurança, que depende ainda de ser aprovado no Congresso Nacional, integrando os organismos policiais. Até agora as medidas anunciadas, pecando pela falta de planejamento, não tem proporcionado grandes resultados. Até a intervenção militar no Rio de janeiro não exibe números expressivos.

Áreas congestionadas

 O ex-ministro da Previdência Amir Lando ainda avalia se disputa uma cadeira a deputado estadual ou federal. Sabe-se que ambas as áreas já estão bem congestionadas, repletas de candidaturas no MDB. Lando tem uma das carreiras políticas mais profícuas no estado. Foi deputado estadual constituinte, chefe da casa civil, senador em dois mandatos e o único político rondoniense que chegou ao cargo de ministro

Veteranos nas paradas

Por falar em políticos veteranos da terrinha, o ex-deputado federal Chagas Neto (PSB) e o ex-prefeito de Porto velho José Guedes (PSDB), o ex-senador Ernandes Amorim (PTB-Ariquemes) também vão se submeter às urnas em outubro. Das mulheres veteranas, a ex-prefeita e ex-deputada Rosária Helena (Ouro Preto do Oeste) disputa uma cadeira a Assembléia Legislativa

Via Direta

*** Vereadores que são candidatos a deputado perseguem alguns secretários considerados possíveis ameaças na peleja 2018 em Porto Velho *** È uma situação que vem de longe e que perdura até os dias de hoje ***Nos bastidores a movimentação aumenta em torno do troca-troca de partidos *** Várias mudanças devem ocorrer na Assembléia Legislativa até o final do mês *** O enigma: o que é? Tem coisa estourando com na saúde e não é pipoca!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

É grande o canibalismo na disputa a Câmara dos Deputados em PVH - Por Carlos Sperança

É grande o canibalismo na disputa a Câmara dos Deputados em PVH - Por Carlos Sperança

É grande o canibalismo na disputa por cadeiras a Câmara dos Deputados em Porto Velho

A recuperação do tucano - Por Carlos Sperança

A recuperação do tucano - Por Carlos Sperança

Já temos um verão consistente e as obras estão aparecendo mostrando a recuperação da imagem do tucano

Cassol pode trocar de candidato ao governo - Por Carlos Sperança

Cassol pode trocar de candidato ao governo - Por Carlos Sperança

Amazônia indignadaO governo Michel Temer poderia ter se espelhado em Itamar Franco para pacificar o país, pondo fim ao clima de dissensões improdutiva

O comércio da capital continua urrando – Por Carlos Sperança

O comércio da capital continua urrando – Por Carlos Sperança

Ainda efeitos da crise. Copa do mundo, vamos que vamos!