Porto Velho (RO) sábado, 21 de julho de 2018
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Entrou água no Frentãonic lançado em Vilhena - Por Carlos Sperança


A guerra também é nossa

Uma causa da II Guerra Mundial foi à onda nacionalista decorrente da reação dos EUA à Grande Depressão, que abalou o capitalismo em 1930: Aumentou-se as tarifas gerais de importação e detonou retaliações em cascata.

Na época era impossível saber no que aquilo daria, mas a eclosão da atual guerra comercial também vai abalar o mundo. De cara, o Brasil sofrerá com o aumento dos preços internos da soja e impactos negativos na indústria de proteína animal.

O Brasil também perderá se a China ceder às pressões de Trump, via concessões bilaterais como a reabertura do mercado chinês de frango aos americanos.

A CNI confia que a guerra aumentará nosso potencial de exportação para os dois países, que para manter as novas posições precisarão rapidamente de fornecedores: a suinocultura pode dobrar as vendas à China e há como substituir produtos chineses no mercado americano.

No front interno, porém, é preciso ganhar a batalha infraestrutural e combater as desigualdades regionais. Para os empresários da Amazônia, cabe avaliar como a região, com planejamento e visão, poderá vencer as pressões que sofre.

Entrou água no Frentãonic lançado em Vilhena - Por Carlos Sperança - Gente de Opinião


Nos bastidores
Nos bastidores se toca o terror contra o ex-governador Confúcio Moura que estaria sendo rebaixado a candidato a deputado federal pelo MDB, controlado pelo senador Valdir Raupp interessado em eliminar a concorrência. Confúcio estaria recorrendo a instâncias superiores para se garantir na disputa ao Senado onde é considerado o franco favorito na peleja.


Baita reforço
O MDB já não esconde o desejo em tornar Confúcio candidato a deputado federal reforçando sua nominata, que já conta com os deputados Marinha Raupp e Lucio Mosquini na peleja da reeleição. Na hipótese do partido confirmar Confúcio nesta lista proporcional, o partido acredita ser possível atrair o deputado Lindomar Garçon (PRB) e Leo Moraes (Podemos) em coligação.


As articulações
Não foram poucas as articulações nas últimas semanas na busca de definições sobre o quadro regional. Em Vilhena, um movimento visava impulsionar o lançamento da candidatura de Expedito Junior (PSDB) ao governo, em Porto Velho, no auditório do Hotel Flamboyant, o objetivo era criar condições para a reeleição de Daniel Pereira (PSB).


Grandes surpresas
O fato é que o cenário político estadual está mudando, como as nuvens, que mudam de forma e tamanho a todo momento. Já é possível antever grandes surpresas nas convenções que começarão já no dia 20 por conta de tantas combinações, separando aliados e unindo até adversários no mesmo palanque. Algumas traições políticas em andamento atingem dois candidatos ao governo.


Os entendimentos
Seguem os entendimentos para as composições proporcionais. O presidente estadual do Podemos Leo Moraes, cotado para ser um dos mais votados na capital, estuda propostas de outras legendas e alternativas possíveis. Também o PSB que tem o seu presidente estadual, ex-prefeito Mauro Nazif cotado para uma das cadeiras a Câmara dos Deputados ultima  preparativos para definir sua nominata proporcional.

Entrou água no Frentãonic lançado em Vilhena - Por Carlos Sperança - Gente de Opinião

Via Direta

*** Entrou água no Frentãonic lançado em Vilhena. Tinha cantado a pedra nesta coluna que era tudo jogo de cena *** O cacique Ivo Cassol acaba de lançar o ex-deputado federal Carlos Magno para disputar uma cadeira ao Senado ***Agora são três candidatos na região central e não existe capão para tanto tigres *** Um grande punhal da traição está sendo afiado para as convenções deste ano para definir candidatos ao governo estadual *** O pior da coisa é que a vitima nem farejou... 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Acir no encontro do PP? Aí tem. Será que sai uma aliança? Por Carlos Sperança

Acir no encontro do PP? Aí tem. Será que sai uma aliança? Por Carlos Sperança

 Descobrir oportunidades Conhecer a realidade sobre a região é um dever do poder público, da sociedade organizada. Uma contribuição importante nesse r

TRAIÇÃO: Haja punhais em 2018!  Por Carlos Sperança

TRAIÇÃO: Haja punhais em 2018! Por Carlos Sperança

Patrimônio de quem?Há séculos a Amazônia é cobiçada por europeus e norte-americanos, mas uma força sempre se levantou contra as invasões, artimanh

MDB vai rachado para suas convenções - Por Carlos Sperança

MDB vai rachado para suas convenções - Por Carlos Sperança

Quase a metade do partido ainda é ligado ao ex-governador Confúcio Moura...

Com a pulverização de votos, quem está bem na foto é Confúcio - Por Carlos Sperança

Com a pulverização de votos, quem está bem na foto é Confúcio - Por Carlos Sperança

Ao meu ver com tantas postulações ao Senado teremos grande pulverização de votos no estado