Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Ameaça de renovação de mais de 70 por cento das cadeiras nas ALE e na Câmara dos Deputados - Por Carlos Sperança


Abandono das fronteiras

O Plano Nacional de Segurança foi para as cucuias, o projeto para reforçar a vigilância das fronteiras do Brasil com os países produtores de cocaína foi adiado e os recursos destinados ao monitoramento das divisas com os vizinhos cortados pela metade. A situação foi confirmada pelo Ministério da Justiça diante da crise nacional e todo contingenciamento dos recursos vai refletir no aumento da violência no País.Ameaça de renovação de mais de 70 por cento das cadeiras nas ALE e na Câmara dos Deputados - Por Carlos Sperança - Gente de Opinião

É pelas fronteiras desguarnecidas que o narcotráfico viceja. Onde se pratica o tráfico de entorpecentes e o grosso do contrabando de armas pesadas para os corredores e centros distribuidores montados no Rio de Janeiro e São Paulo para o consumo do Sudeste e para países da Ásia e da Europa.  

O estado de Rondônia mantém mais de 1 000 quilômetros de fronteiras com os países produtores de cocaína e é considerado um “Ceasa” das drogas, ou seja, um monumento entreposto que exporta cocaína para os estados do sul do pais e importa toneladas de maconha, do Paraguai, através das rodovias do Mato Grosso do Sul.


Jogo de estratégia

O prefeito Hilton Chaves (PSDB) executa um jogo de estratégia formidável com a bancada federal rondoniense e este entrosamento tem gerado bons dividendos para a municipalidade. A cada beneficio gerado por deputados federais e senadores, HIldon Chaves usa as mídias sociais para agradecer e valorizar a conquista. Na semana passada ele teve performances com Nilton Capixaba, Lindomar Garçon e Luis Claudio.


 

Grave ameaça

Ameaça de renovação de mais de 70 por cento das cadeiras nas ALE e na Câmara dos Deputados - Por Carlos Sperança - Gente de Opinião

Com a ameaça de renovação de mais de 70 por cento das cadeiras nas assembléias legislativas e na Câmara dos Deputados a classe política esta antecipando a campanha para as eleições do ano que vem. O que se vê são os parlamentares fazendo o que podem para se manter no poleiro, mas alguns já desgastados pelo exercício do mandato e sem produtividade caminham para o fim de carreira. Ainda se salvam alguns deputados formiguinhas com trabalho social.

Vacas de presépio

Ainda sobre o desgaste da classe política, os parlamentares vacas de presépio, aqueles que só dizem amém para os governos estaduais e federais serão um dos maiores alvos do eleitorado brasileiro. São políticos que negociam o voto pelos lucros da lavagem as roupas dos hospitais, venda de marmitex para os presídios, remédios superfaturados, aluguel de imóveis, caminhões e máquinas de compadres a preços absurdos, etc, etc. É aquela velha história do toma lá, dá cá!

As definições

Os próximos dias serão marcados pelas definições da reforma política e o que se vê são poucas mudanças dos pleitos anteriores com relação à eleição de 2018. O que não muda são os milhões destinados ao fundo partidário, uma verdadeira farra dos recursos públicos arquiquetada pelo governo Temer para assegurar o apoio da base aliada pára se manter no poder, mesmo com tanta roubalheira do erário.
 

Reforma agrária

Como o Tribunal de Contas da União- TCU revogou medida cautelar do ano passado que obrigava o Instituto Nacional de Reforma Agrária-Incra a suspender o processo de seleção de candidatos ao Programa Nacional de Reforma Agrária e de assentamentos de beneficiários selecionados, finalmente a reforma agrária foi destravada no País. A decisão afetava cerca de 500 mil famílias.


 

Via Direta

Ameaça de renovação de mais de 70 por cento das cadeiras nas ALE e na Câmara dos Deputados - Por Carlos Sperança - Gente de Opinião*** A operação Lava a jato vai definir se o senador Valdir Raupp vai para a reeleição ao Senado *** Mesmo de quando em quando com problemas na justiça o clã Donadon, radicado no Cone Sul rondoniense vai se mantendo no poder. Conta com uma deputada estadual e uma prefeita *** Na eleição do ano que vem a dinastia pretende ampliar a influência com a eleição de um deputado federal, o ex-prefeito Melki, o chefe do clã.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

É grande o canibalismo na disputa a Câmara dos Deputados em PVH - Por Carlos Sperança

É grande o canibalismo na disputa a Câmara dos Deputados em PVH - Por Carlos Sperança

É grande o canibalismo na disputa por cadeiras a Câmara dos Deputados em Porto Velho

A recuperação do tucano - Por Carlos Sperança

A recuperação do tucano - Por Carlos Sperança

Já temos um verão consistente e as obras estão aparecendo mostrando a recuperação da imagem do tucano

Cassol pode trocar de candidato ao governo - Por Carlos Sperança

Cassol pode trocar de candidato ao governo - Por Carlos Sperança

Amazônia indignadaO governo Michel Temer poderia ter se espelhado em Itamar Franco para pacificar o país, pondo fim ao clima de dissensões improdutiva

O comércio da capital continua urrando – Por Carlos Sperança

O comércio da capital continua urrando – Por Carlos Sperança

Ainda efeitos da crise. Copa do mundo, vamos que vamos!