Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Beto Ramos

Diz a lenda – O próximo inverno


Diz a lenda – O próximo inverno - Gente de Opinião

Texto e fotografia: Beto Ramos

Os beradeiros descem as águas do rio, armados com a força e a pureza da floresta.

Canoas sem remos enfrentando corredeiras.
Sacos de farinha, macaxeira, lamparinas...

Águas barrentas não poderiam lhes segurar.
Choram curumins no barranco do rio, que vai se desfazendo como lágrimas.
Cuiantã que já cantou o açaí, agora possui o medo de nadar na correnteza sem amanhã.

Fortes banzeiros.
Os botos mergulham para o esquecimento.
A canoa vai naufragar.
O que fazer?
Diante do progresso, são náufragos.
Lutam desigualmente.
Alguns desejam uma paisagem cheia de negócios.
Não poderia ser assim.
A curva do rio tornou-se fria e sem a beleza de ontem.
O que existe são investimentos.
Criam paliçadas.
Barracos com mantas térmicas, onde habita a nossa incompreensão.
Alguém que entoava cânticos observa seus medonhos medos.
Chora diante da gigante parede de concreto formada pelos desafios do progresso.
Progresso que chegou sem nenhuma gratidão aos que sabem realmente da terra e do rio.
Eles sentem medo do próximo inverno.

Diz a lenda
 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Beto Ramos

DIZ A LENDA – DUZENTOS E CINQUENTA EM QUATRO I

  Os pesadelos não podem ofuscar nossos sonhos. Diante da inconsequência de quem resume a vida dos outros na sua prisão de lamentos, o que nos resta a

DIZ A LENDA.O POETA, A POESIA E O MEDO.

DIZ A LENDA.O POETA, A POESIA E O MEDO.

  Por: Beto Ramos Quando das viagens pelas barrancas do Madeira com o Poeta Mado, presenciamos e convivemos com muitos causos de vivos e visagens. Car

DIZ A LENDA – VELHA SENHORA

DIZ A LENDA – VELHA SENHORA

Por: Beto Ramos   Acordamos cedo. Lavamos o rosto no giral ainda iluminado pela luz da lamparina. Precisávamos passar na fábrica de telha próxima a Ca

DIZ A LENDA – ELOGIO CALOROSO

DIZ A LENDA – ELOGIO CALOROSO

Por: Beto Ramos   Eraste, hoje fomos elogiados calorosamente por um asinino. Interpelado e elegantemente chamado de beradeiro recalcado. Pupunhamente