Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Beto Ramos

Diz a lenda - No meio do caminho



Beto Ramos
 

Na Praça Jônatas Pedrosa, sentei-me embaixo de uma árvore que se deixa nascer em corrimboque.

Observei o bailado das pessoas em busca dos seus sonhos de papel.Gente de Opinião

Caminhando com passos preguiçosos, um vendedor ambulante seguia com seus remédios milagrosos, antenas, carregadores de celulares e outros produtos de origem duvidosa.

Falando com timbre de voz do radialista Pinguiliti, o impagável personagem da praça de nossas vidas levou um tremendo tombo.

Como um artista circense deu uma cambalhota e levantou-se sem derrubar um produto sequer.

Sorriu e disse:

- No meio do caminho tinha uma pedra.

- Tinha uma pedra no meio do caminho.

- No meio do caminho tinha uma filha da puta de uma pedra.

Seguiu seu caminho como se nada tivesse acontecido.

A pedra ficou lá esperando sua próxima vítima.

Diz a lenda

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Beto Ramos

DIZ A LENDA – DUZENTOS E CINQUENTA EM QUATRO I

  Os pesadelos não podem ofuscar nossos sonhos. Diante da inconsequência de quem resume a vida dos outros na sua prisão de lamentos, o que nos resta a

DIZ A LENDA.O POETA, A POESIA E O MEDO.

DIZ A LENDA.O POETA, A POESIA E O MEDO.

  Por: Beto Ramos Quando das viagens pelas barrancas do Madeira com o Poeta Mado, presenciamos e convivemos com muitos causos de vivos e visagens. Car

DIZ A LENDA – VELHA SENHORA

DIZ A LENDA – VELHA SENHORA

Por: Beto Ramos   Acordamos cedo. Lavamos o rosto no giral ainda iluminado pela luz da lamparina. Precisávamos passar na fábrica de telha próxima a Ca

DIZ A LENDA – ELOGIO CALOROSO

DIZ A LENDA – ELOGIO CALOROSO

Por: Beto Ramos   Eraste, hoje fomos elogiados calorosamente por um asinino. Interpelado e elegantemente chamado de beradeiro recalcado. Pupunhamente