Porto Velho (RO) sábado, 19 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Aroldo Vasconcelos

Palavra do Santo Livro da Vida aos mandatários


Palavra do Santo Livro da Vida aos mandatários - Gente de Opinião
Em todo o mundo católico ontem, domingo, dia do Senhor, ouvimos essa palavra que ao ser analisada com carinho, dá-nos mais uma vez a lição que vem do alto.
Aqueles que têm ouvidos, ouçam e que tem coração pratiquem.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:

32 “Não tenhais medo, pequenino rebanho, pois foi do agrado do Pai dar a vós o Reino".

33 Vendei vossos bens e dai esmola. Fazei bolsas que não se estraguem, um tesouro no céu que não se acabe; ali o ladrão não chega nem a traça corrói.

34 Porque onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.

35 Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas.

36 Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento, para lhe abrirem, imediatamente, a porta, logo que ele chegar e bater.

37 Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade eu vos digo: Ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa e, passando, os servirá.

38 E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada, felizes serão, se assim os encontrar!

39 Mas ficai certos: se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa.

40 Vós também, ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes”.

41 Então Pedro disse: “Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?”

42 E o Senhor respondeu: “Quem é o administrador fiel e prudente que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa para dar comida a todos na hora certa?

43 Feliz o empregado que o patrão, ao chegar, encontrar agindo assim!

44 Em verdade eu vos digo: o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens.

45 Porém, se aquele empregado pensar: ‘Meu patrão está demorando’, e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, 46 o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista, ele o partirá ao meio e o fará participar do destino dos infiéis.

47 Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor, nada preparou, nem agiu conforme a sua vontade, será chicoteado muitas vezes.

48 Porém, o empregado que não conhecia essa vontade e fez coisas que merecem castigo, será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!”

Feliz semana a todos, especialmente àqueles que receberam o poder terreno para mudar e melhorar a vida do próximo.

Graça e Paz.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Aroldo Vasconcelos

Será mesmo que a História pode se repetir?

Será mesmo que a História pode se repetir?

No ano de 1989 o Brasil elegeu Fernando Collor para o mandato presidencial depois de uma disputa acirrada onde figuravam à época o Leonel Brizola, o L

O Plano Plurianual do governo já está na ALE-RO

O Plano Plurianual do governo já está na ALE-RO

Chegamos a outubro e tramita nas comissões parlamentares da Assembléia Legislativa de Rondônia a mensagem de Nº 177 de 29 de agosto do corrente, sen

Presença do Estado em setores de serviços não essenciais

Presença do Estado em setores de serviços não essenciais

Eu vejo essa discussão da presença desnecessária do Estado brasileiro em diversos setores que não coadunam com o seu objetivo constitucional desde m

Nova diretoria para o Conselho de Leigos e Leigas de Porto Velho

Nova diretoria para o Conselho de Leigos e Leigas de Porto Velho

No último final de semana, dias 14 E 15 de setembro, leigos e leigas da arquidiocese de Porto Velho e sua área de abrangência, o  reuniram-se na sede